A atitude do australiano Nick Kyrgios em afirmar no meio da quadra que a namorada de Stan Wawrinka estava tendo um caso com outro jogador foi criticada por outros tenistas. Nem mesmo a juventude, já que Kyrgios tem 20 anos, foi tida como um das formas de explicar o erro.

Para o espanhol Rafael Nadal, a idade não é desculpa: “Todos podem cometer erros, mas a idade não pode servir de desculpa. Grande parte dos tenistas começaram muito cedo no circuito. Eu comecei com 16 anos. Djokovic com 17. Não é desculpa. Era uma questão de respeito e ele errou”, disse.

Novak Djokovic, sérvio número 1 do mundo, relembrou as dificuldades que todos os tenistas passam no circuito, mas mesmo assim condenou a atitude de Kyrgios.

Publicidade
Publicidade

“Alguns tenistas acabam tendo um pouco mais de dificuldade para ter o controle em quadra. Quando se deparam com um desafio emocional, coisas negativas saem da boca. Mesmo assim, não existe desculpas para o que ele disse. Mereceu a multa. Mas vai aprender a lição. Espero que não se repita”, salientou Djokovic.

Detentor de 17 títulos de torneios Grand Slams, o suíço Roger Federer entende que o #Tênis não está habituado a receber esse timo de comportamento. Para o compatriota de Wawrinka, Kyrgios passou de todos os limites.

“Vejo que todos estamos de acordo que Kyrgios passou dos limites. Não há o costume desse tipo de comentário dentro de uma quadra. Em outros esportes até pode ser comum, normal. Mas não no tênis. É compreensível que a ATP seja dura com ele e lhe mostre que não é este o caminho”.

Publicidade

#Entretenimento #Opinião