Vanderlei Luxemburgo não é mais jogador profissional há muito tempo, mas, nesta quarta-feira (19), foi ele quem sofreu uma incômoda lesão mesmo parado em sua área técnica. No primeiro tempo da partida entre #Palmeiras 2x1 #Cruzeiro, no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, o técnico estava em frente ao seu reservado orientando o time mineiro quando o atacante Dudu, do Palmeiras, esbarrou involuntariamente contra o seu corpo. Na queda, Luxemburgo lesionou a mão esquerda e teve constatada fratura no osso metacarpo.

Imediatamente após a partida, o técnico cruzeirense foi encaminhado a um hospital em São Paulo para realizar os exames que apontaram a lesão.

Publicidade
Publicidade

Na sequência, ele voltou à concentração do Cruzeiro em Atibaia, onde o time seguirá até a partida de domingo contra o Corinthians, na Arena Corinthians, em São Paulo, pela primeira rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro.

Perguntado sobre o lance na entrevista coletiva concedida após a partida, Luxemburgo demonstrou certa irritação com a pergunta e aproveitou a ocasião para criticar a torcida organizada Mancha Verde, do Palmeiras, que o xingou durante o jogo no Allianz Parque:

"Olha, essa é uma situação de jogo que a gente sabe que pode acontecer. Realmente gostaria de deixar isso de lado. Aconteceu e fim. Agora, queria colocar uma situação para vocês verem como é o #Futebol. Eu tive uma história linda aqui no Palmeiras. Conquistei títulos que o clube há muito tempo não ganhava. E aí venho jogar aqui e a Mancha Verde passa o jogo me hostilizando.

Publicidade

Esse é o futebol. O futebol não tem memória", lamentou o comandante do Cruzeiro.

De acordo com informações divulgadas pela própria assessoria de imprensa do clube mineiro, o treinador precisará passar por uma cirurgia em decorrência do lance com o palmeirense Dudu. No entanto, o procedimento é simples e deverá ser agendada nos próximos dias. Depois de receber a alta médica, Vanderlei Luxemburgo poderá seguir trabalhando e viajando normalmente com o Cruzeiro.