O técnico Mano Menezes foi o convidado do programa Resenha ESPN, do canal a cabo ESPN Brasil, neste domingo (2). Ao lado do jornalista Rodrigo Rodrigues e dos ex-jogadores Raí, Zé Elias e Juan Pablo Sorín, Mano abordou diversos assuntos relacionados ao #Futebol. Ele segue sem clube desde que foi desligado do comando do #Corinthians, no final do Brasileirão do ano passado.

Por falar em Corinthians, Mano, entre gargalhadas, contou uma história engraçadíssima envolvendo o ex-atacante Ronaldo, com quem trabalhou no clube paulista entre 2009 e 2010 - o técnico foi contratado pela CBF em agosto de 2010. Envolvido com problemas de peso na reta final de sua carreira, Ronaldo usou a própria forma para criticar um companheiro durante um treinamento.

Publicidade
Publicidade

Mano explica:

"O Ronaldo é o tipo do jogador que quer sempre a bola. E ele quer ganhar tudo, até par ou ímpar. Todos sabemos também sobre a qualidade do Ralf, um volante com ótimo poder de marcação, que construiu uma grande história no Corinthians. Mas o Ralf tinha algumas dificuldades em fazer lançamentos diretos. Então, nos primeiros treinamentos como titular ele sempre optava pelo toque curto em vez de lançar direto ao ataque. E o Ronaldo ficava louco, porque queria a bola nele. Certa vez Ronaldo se irritou, abriu os braços e gritou para o Ralf: "pô, eu gordo desse jeito e nem assim tu me vê, será que sou invisível?"', contou o técnico.

Sobre Ronaldo, Mano também contou um outro episódio envolvendo os goleiros do Corinthians em um dos primeiros treinos do centroavante no clube paulista.

Publicidade

Em um treino de finalizações, apenas Ronaldo estava fazendo gols, enquanto todos os outros jogadores de linha paravam nos arqueiros.

"Após o treinamento, chamei os dois goleiros. Era o Júlio César, que hoje está no Náutico, e o Danilo, hoje no Sport. Perguntei a eles se estavam deixando Ronaldo fazer os gols, como forma de elevar a moral dele. Eles disseram: "não professor, nada disso, é que não dá para ler o movimento do pé dele, é muito rápido". Realmente, as finalizações dele eram acima da média", finalizou Mano. #Curiosidades