Para entender a popularidade a qual Ronda foi subitamente alçada, é preciso analisar sua extensa e vitoriosa carreira como esportista.

Ex-judoca profissional, a norte-americana despontou cedo para o sucesso esportivo. Em 2004, com apenas 17 anos de idade, tornou-se a judoca mais jovem a se classificar para os Jogos Olímpicos, disputados naquele ano em Atenas. Três anos depois, em 2007, começou a colecionar medalhas com o ouro nos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. No ano seguinte, levou o bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim.

Mesmo se tornando a primeira americana a conquistar uma medalha olímpica no judô desde a inclusão do esporte nos Jogos Olímpicos, Ronda se frustou com o bronze, pois havia alimentado a possibilidade de repetir o ouro dos Jogos Pan-Americanos.

Publicidade
Publicidade

A decepção a levou a se envolver com álcool e drogas, algo relatado pela lutadora em sua autobiografia, “Minha luta, sua luta”, publicada nos Estados Unidos neste ano.

Outro episódio que abalou a vida da lutadora foi o suicídio de seu pai, Ron Rousey, que tirou sua própria vida quando a atleta tinha apenas oito anos de idade. A dolorosa história foi uma das impulsões de Ronda para vencer a brasileira Bethe “Pitbull” Correia no último sábado, dia 1º, pela disputa do cinturão das pesos-galo durante o UFC 190. O motivo foi uma polêmica declaração da brasileira sobre suicídio, que depois se desculpou e afirmou desconhecer o drama pessoal de Ronda.

Apesar dos percalços sofridos em sua trajetória pessoal, Ronda se reergueu para se tornar hoje o principal nome do MMA mundial, superando até mesmo os lutadores masculinos, tradicionalmente unanimidades no certame.

Publicidade

Hoje um assunto no mundo inteiro, a lutadora aproveita também para fazer sucesso fora do octógono.  Requisitada para participar de ensaios em revistas esportivas e eventos frequentemente, Ronda irá também atuar em seu próprio papel na cinebiografia que será produzida sobre sua vida. Atuar em Hollywood não é exatamente uma novidade para Ronda, que recentemente participou de filmes como “Velozes e Furiosos 7” e “Mile 22”. #Mídia #Resenha Esportiva #Blasting News Brasil