Após um ligeiro desentendimento sobre um ponto, o jogo poderia voltar a se desenrolar normalmente pela segunda rodada do Masters 1000 de Montreal se o jovem tenista australiano Nick Kyrgios, 20 anos, não se dirigisse no meio da partida ao adversário suíço Stan Wawrinka e dissesse: “Kokkinakis dormiu com a sua namorada. Desculpa te dizer isso, cara”. O episódio ocorrido no início da semana passada ganhou enormes proporções e segue dominando os principais assuntos relacionados ao #Tênis.

Na frase dita, Kyrgios fez referência a um outro jovem tenista australiano, Thanasi Kokkinakis, 19, que, segundo ele, estaria tendo um caso com a tenista croata Donna Vekic, namorada de Stan Wawrinka.

Publicidade
Publicidade

A atitude gerou uma multa aplicada a Kyrgios pela Associação dos Tenistas Profissionais (ATP) e desencadeou uma série de críticas de jogadores experientes do circuito, como Roger Federer e Rafael Nadal.

Wawrinka, que na ocasião saiu derrotado de quadra depois de desistir da partida contra Kyrgios em função de dores na região lombar, comentou sobre o caso logo após fazer sua estreia no Masters 1000 de Cincinnati – disputado sempre uma semana após o torneio do Canadá. Stan havia vencido o croata Borna Coric no terceiro set, mas as perguntas depois da partida não demonstraram muito interesse sobre o jogo.

“Me vejo obrigado a tentar passar tudo isso para trás. Ele não se desculpou com as pessoas pelo o que ele fez. O clima no vestiário foi de muita raiva. Sendo jogador, você percebe as consequências desse ato na vida privada das pessoas envolvidas.

Publicidade

Basta uma simples frase para você prejudicar várias pessoas. Ele não pediu desculpas para mim, mas recebi apoio no vestiário”, disse o suíço, atual número 5 do mundo, que agora se prepara para a disputa do US Open, último Grand Slam do ano, que se inicia no dia 31.

No entanto, Nick Kyrgios usou uma rede social para desmentir Wawrinka e garantiu que pediu desculpas, gerando controvérsias entre ambas as versões. Donna Vekic, tenista croata no centro de toda a polêmica, foi outra a garantir que não foi procurada pelo australiano.

“Não falei com Kyrgios. Penso que foi uma coisa muito decepcionante para o nosso esporte. Torço para que nunca mais ocorra, pois acaba deixando uma mancha no tênis”, opinou a namorada de Stan Wawrinka, que admitiu estar chateada com a repercussão do caso.

Em quadra, Cincinnati chega no momento decisivo

Enquanto o caso envolvendo Kyrgios, Wawrinka, Vekic e Kokkinakis segue tendo novos capítulos e dominando as redes sociais, o Masters 1000 de Cincinnati chega ao seu desfecho neste domingo (23).

Publicidade

Nick Kyrgios não passou da primeira rodada ao ser batido facilmente pelo francês Richard Gasquet. Já Stan Wawrinka foi até as quartas de final, onde foi superado pelo sérvio Novak Djokovic. Na final deste domingo, Djokovic tem encontro marcado com Roger Federer, que bateu na semifinal o britânico Andy Murray. De fato, trata-se de um bom momento para que o mundo do tênis possa voltar os seus olhos apenas para o que ocorre dentro de quadra. #Entretenimento #Crise