Caso seja aprovada a independência da Catalunha, o time do Barcelona vai deixar imediatamente de jogar na Primeira Liga Espanhola. Quem fez essa declaração foi o presidente da La Liga, Javier Tebas, ao canal espanhol “TVE”, garantindo que segundo os regulamentos, nenhuma equipe fora de Espanha, tirando Andorra, pode competir no campeonato Espanhol. Por isso mesmo, caso os catalães votem nesse refendo em sua independência de Espanha, o atual campeão espanhol de futebol não vai competir mais contra times espanhóis.

Barcelona conta com uma das maiores equipes do mundo, mas agora o clube corre o sério risco de ficar jogando apenas contra times da Catalunha, em um campeonato apenas regional.

Publicidade
Publicidade

Quem levantou essa forte hipótese foi o presidente da La Liga, Javier Tebas, que informou a imprensa espanhola que a independência da região da Catalunha significaria o fim do percurso do Barcelona na Liga Espanhola, algo que nunca aconteceu na história do futebol.

Apesar desse risco, nunca os catalães estiveram com vontade de ser independentes de Espanha como hoje. A data do referendo para votar sua independência ainda não foi anunciada, mas provavelmente será feita no início do próximo ano. Mas o que significará isso para o time do Barcelona? Sem competição interna, é de esperar que seus maiores craques saiam imediatamente do clube, como são os casos do nosso Neymar, #Lionel Messi e Suarez. Seria esse o fim do grande Barcelona que está encantando todos os anos os fãs de futebol?

Certamente, quem ganharia com essa decisão da independência e da eliminação do Barcelona seria o Real Madrid, que sem seu maior rival na luta pelo campeonato Espanhol, conseguiria naturalmente conquistar muitos mais títulos para seu vasto histórico.

Publicidade

Outro grande beneficiado dessa situação seria Cristiano Ronaldo, que via Messi em uma situação muito negativa para sua carreira, obrigado a sair do clube onde cresceu e conseguiu ganhar muitas premiações. Será que com essa nova informação do presidente os catalães vão pensar outra vez em sua independência? Ou seu clube não é mais importante que a sua separação definitiva de Espanha? #Europa #Futebol Internacional