Não deu para o time brasileiro. Neste domingo (20), o jovem Borna Coric mais uma vez fez grande exibição e levou o brasileiro Thomaz Bellucci a desistir do confronto no meio do quarto set em decorrência de fortes dores nas costas. O croata vencia por 2 sets a 1 e 4/0 na quarta parcial quando Bellucci acusou o problema na região lombar e desistiu do duelo. Antes desta primeira partida do domingo, o time europeu vencia o Brasil por 2/1.

"A nossa participação não foi a esperada. Mas a Croácia esteve em um final de semana inspirado e acabou vencendo. No quarto set, o Bellucci realmente estava sentindo muito as costas e não conseguiu continuar.

Publicidade
Publicidade

Paciência, é do jogo", comentou o capitão da equipe brasileira, João Zwetsch.

Com a derrota no confronto, o Brasil volta para a segunda divisão da Copa Davis de #Tênis. O duelo contra a Croácia colocava em jogo a permanência na elite para o próximo ano. Em março, o selecionado brasileiro havia perdido para a Argentina, em Buenos Aires, na primeira rodada do Grupo Mundial na temporada de 2015.

O resultado acaba tendo um gosto amargo para os brasileiros, que viram as chances aumentarem após a desistência do principal jogador croata, Marin Cilic. Na disputa do último US Open, vencido pelo sérvio Novak Djokovic, Cilic acabou sofrendo com dores no tornozelo e acabou postergando o tratamento já que chegou até a fase de semifinal. Em 2014, Cilic foi o campeão do Aberto dos Estados Unidos. Por causa da lesão, o tenista abdicou de vir ao Brasil defender o time croata.

Publicidade

No sábado, o Brasil acabou perdendo um ponto decisivo que fez toda a diferença no resultado final do confronto. Os duplistas brasileiros Marcelo Melo e Bruno Soares acabaram deixando escapar a vitória contra os croatas Ivan Dodig e Franko Skugor, que marcaram 6/0 4/6 7/6 7/6 e colocaram a Croácia na liderança do embate antes do último dia de competição. Com a nova vitória de Coric sobre Bellucci neste domingo, os croatas garantiram a vitória e permanecem na elite mundial da Copa Davis em 2016. #Entretenimento