O calor de aproximadamente 30°C em Nova York na última quinta-feira (3) vitimou o norte-americano Jack Sock. Em meio ao duelo de segunda rodada contra o belga Ruben Bemelmans, o tenista da casa sentiu-se mal no início do quarto set e teve que ser atendido pela equipe médica ainda dentro de quadra. Sock vencia o rival por dois sets a um, mas não teve mais condições de jogo e abandonou o encontro.

Com o placar favorável de 6/4 6/4 3/6 1/1, Sock sacava normalmente no terceiro game da quarta parcial quando, após errar um serviço, permaneceu estático em quadra levando uma das mãos à coxa esquerda. Logo em seguida, médicos foram chamados para iniciarem o atendimento ao jogador, que foi colocado no chão e amparado por toalhas e bolsas de gelo.

Publicidade
Publicidade

Assim que se deparou com a condição física debilitada de Sock, um dos médicos fez sinal para o árbitro de cadeira informando que o jogador não teria mais como prosseguir no duelo. Bemelmans, em um bonito gesto, se dirigiu ao adversário e fez questão de cumprimentá-lo.

Com um semblante extremamente abatido, ofegante e com olhar distante, o norte-americano dava sinais de desidratação, além das fortes câimbras em sua perna esquerda. A exaustão era tanta que uma cadeira de rodas foi disponibilizada pela organização do torneio para que o atleta não precisasse gastar mais energias se locomovendo.

O público norte-americano presente na quadra ficou apreensivo por conta da situação do tenista da casa. No entanto, Sock logo foi carregado para um dos vestiários do complexo que abriga o US Open e recebeu os devidos tratamentos.

Publicidade

As altas temperaturas que têm marcado Nova York nos últimos dias estão fazendo efeitos nos atletas durante a disputa do US Open. Somente nos dois primeiros dias de competição, que correspondem à primeira rodada tanto no masculino quanto feminino, doze desistências de jogadores foram feitas em meio aos jogos.

MAIS ESPORTES:

Torcedores do Sporting agridem árbitro e devem ser penalizados

Mais uma chance para Ganso: meio de campo nunca conseguiu ser unanimidade no São Paulo

  #Tênis #UsOpen