Cristiano Ronaldo fez com que seu colega de time, Gareth Bale, tivesse que ir ao psicólogo por não conseguir lidar com a personalidade e influência do craque. Segundo informou o jornal “Daily Mail”, o jogador gaulês não conseguiu lidar com o enorme ego de Ronaldo, o que refletiu em suas atuações abaixo das expetativas. Por esse motivo, o jogador mais caro da história do futebol decidiu ir a  sessões com o profissional, o especialista esportivo Jamie Edward, que já ajudou outros jogadores em outras ocasiões. A ideia parece ter dado certo, já que Bale está agora jogando melhor que nunca.

Na temporada passada, #Cristiano Ronaldo e Gareth Bale nunca conseguiram se dar bem na mesma equipe, o que levou o gaulês a pedir ajuda especial para conseguir conviver com a personalidade conflituosa do craque do Real Madrid.

Publicidade
Publicidade

A sua relação com Ronaldo e a pressão do clube, segundo o “Daily Mail”, foram as principais razões para que a torcida espanhola pegasse pesado com Bale, que não conseguiu justificar o elevado investimento pago por seu clube, cerca de 100 milhões de euros.

As principais razões para essa relação ser tão ruim é porque Cristiano Ronaldo considera que Bale não joga para seus colegas, preferindo ser ele a finalizar todas as jogadas as quais ele sente que pode marcar gols, prejudicando seu time e seus companheiros. Além disso, Bale custou mais caro que Ronaldo para o Real Madrid, o que poderá ter ferido o enorme ego do melhor jogador do mundo, não conseguindo aceitar bem que outro jogador em seu vestiário seja mais valioso que ele.

Porém, apesar de todas essas polêmicas, Bale parece ter conseguido afastar todos seus fantasmas, conseguindo finalmente justificar seu investimento - no início dessa temporada somou boas exibições ao lado de seu “inimigo” Cristiano Ronaldo.

Publicidade

Mas poderá essa relação se transformar em amizade? Ou será o ego de Ronaldo demasiado grande para pedir desculpas pelo tratamento a seu colega de equipe? Eles continuam sendo titulares e se o Real Madrid continuar somando vitórias, os problemas podem desaparecer - mas e se isso não acontecer? #Futebol Internacional