#Cristiano Ronaldo vive, talvez, o pior início de temporada desde que chegou ao Real Madrid, o que preocupa dirigentes e torcedores do clube merengue. Segundo a “ESPN Brasil”, o craque português está sendo zoado por todo o mundo, sendo que até os jogadores da seleção de San Marino aproveitaram o momento ruim do atleta para brincar um pouco com o melhor jogador do mundo.

Ontem, dia 8, a pior seleção do mundo conseguiu marcar um gol, dando fim a 14 anos de jejum e, mesmo perdendo mais um jogo, fizeram uma publicação no Twitter zoando Cristiano Ronaldo, e também a seleção brasileira.

A equipa de San Marino gerou muitas reações em suas redes sociais depois de uma publicação em seu Twitter, provocando Cristiano Ronaldo e a seleção brasileira.

Publicidade
Publicidade

Para os jogadores da seleção desse pequeno país, o gol que eles marcaram no jogo de ontem contra a Lituânica os coloca à frente de Cristiano Ronaldo e do Brasil, pois, enquanto afirmam ter mais gols que Ronaldo nesse início de temporada, aproveitaram também para zoar o Brasil na derrota contra a Alemanha na Copa do ano passado, partida na qual a seleção brasileira também só marcou um gol.

Enquanto o assunto do Brasil é passado, o de Cristiano Ronaldo está bem presente e está preocupando todo o mundo à volta do atacante do Real Madrid. O craque não marca gols há cerca de 583 minutos, ou seja, seis jogos consecutivos, algo muito pouco comum na carreira de Cristiano, que, na temporada passada, conseguiu anotar mais de 50 gols a serviço do Real Madrid e também de sua seleção, Portugal.

Por isso mesmo, nesse momento ruim, os jogadores de San Marino estão sendo melhores que Cristiano Ronaldo, pelo menos em termos de gols marcados.

Publicidade

Na verdade, desde que Ronaldo assinalou seus trinta anos, seu futebol, para a crítica mundial, tem vindo a piorar cada vez mais e muitos jornalistas já afirmam que a fase descendente da carreira do craque pode já estar começando, o que pode levar Lionel Messi a ser, unanimemente, o melhor jogador do planeta por mais alguns anos, até que Neymar consiga concorrer contra ele. #Blasting News Brasil #Futebol Internacional