A boa regularidade do atacante argentino Lucas Pratto no comando de ataque do Atlético-MG levantou uma hipótese recentemente: a possibilidade de o jogador se naturalizar brasileiro e assim poder defender o Brasil. O boato ganhou força já que surgiu praticamente ao mesmo tempo que uma forte crítica feito pelo atleta com relação às convocações feitas pelo seu país. Segundo ele, "na seleção argentina, para o ataque, sempre chamam os mesmos jogadores".

Carente de um centroavante de área para jogar ao lado de Neymar, ainda que agora Ricardo Oliveira desponte como um dos postulantes à vaga, a seleção do Brasil poderia ter encontrado ali uma grande opção para sanar o problema.

Publicidade
Publicidade

Mas, em entrevista recente concedida ao site Goal.com, o próprio Pratto tratou de esclarecer a questão, negar qualquer possibilidade de naturalização e ainda se declarar ao seu país.

"Por meio de terceiros, chegou até a mim a informação de que Dunga planejava criar um selecionado local e aí o meu nome constaria nessa lista. Mas o meu grande sonho na carreira é jogar pela Argentina e isso eu não troco por nada. Vir a me naturalizar seria algo em termos de planejamento familiar e ter os meus pais mais próximos", explicou Pratto.

"A grande verdade é que eu não penso em seleção brasileira, porque esse espaço é exclusivamente da Argentina", acrescentou o goleador atleticano.

Apesar de viver um grande momento na carreira desde a passagem pelo Vélez Sarsfield, da Argentina, o nome de Pratto nunca foi lembrado pelo novo treinador da seleção local, Tata Martino.

Publicidade

No Atlético-MG, ele é titular desde o início do ano e tem feito gols importantes na caminhada do clube em busca do bicampeonato nacional.

Para que a conquista ainda possa ser almejada, o Galo contará muito com Pratto no grande duelo do próximo domingo, no Independência, em Minas Gerais, diante do líder do Corinthians. No momento, o Atlético-MG se mantém a 8 pontos dos paulistas, que seguem firmes rumo ao título. No Brasileirão, Lucas Pratto já fez 12 gols. #Futebol #Atlético Mineiro #Seleção Brasileira