Oficial, somente nesta terça-feira (6). Mas já se sabia há algum tempo que a insatisfação do técnico Juan Carlos Osorio no comando do São Paulo culminaria com a sua saída do clube. Ele será o novo comandante do México e terá o desafio de colocar o país na próxima Copa do Mundo, em 2018, na Rússia.

Osorio chegou ao Morumbi ainda no final de maio, depois que o time paulista acertou a saída do então técnico Muricy Ramalho, que alegava constantemente problemas de saúde. Com pouco tempo no clube, o colombiano sofria com as perdas de jogadores importantes vendidos ao exterior, como no caso dos volantes Denílson e Souza, titulares absolutos até então.

Publicidade
Publicidade

A série de vendas, bem como o atraso no pagamento dos salários, desgastou a relação do treinador com a diretoria. Depois de um jogo pelo Campeonato Brasileiro, Osorio chegou a receber uma mensagem pelo celular de um conselheiro do clube, que criticava a sua escalação.

De forma muito semelhante ao que fez Diego Aguirre no Internacional, o colombiano gostava de mudar a equipe a cada partida e promover o chamado rodízio entre os jogadores. Dificilmente Osorio repetia os onze inicial em dois jogos seguidos. A metodologia gerou críticas de alguns e defesa de outros, como o atacante Alexandre Pato, que cresceu de produção com o novo treinador e fazia questão de defendê-lo a cada entrevista concedida.

Em meio ao turbilhão de confusões em que o São Paulo se meteu nessa temporada, Juan Carlos Osorio ainda reuniu forças para manter o time na briga pelo G4 no Campeonato Brasileiro e na semifinal da Copa do Brasil contra o Santos.

Publicidade

No momento, o nome mais cotado a assumir o lugar vago é justamente o do uruguaio Diego Aguirre, que com um formato de trabalho bastante semelhante levou o Inter à semi da Libertadores de 2015.

No clube gaúcho, Aguirre também sagrou-se campeão estadual sobre o Grêmio e revelou diversos jovens valores de muito potencial, como o volante Rodrigo Dourado, o lateral-direito William e o meia-atacante Valdívia. No entanto, acabou demitido três dias antes de um Gre-Nal por conta de uma sequência de maus resultados. #Entretenimento #Futebol