Se o orçamento fica menor, sempre é necessário fazer os cálculos para reduzir onde se gasta mais. Essa boa e velha estratégia que é usada muito por economistas já está presente nas Olimpíadas do ano que vem, que será realizada no Rio de Janeiro. Já prevendo um saldo negativo, a comissão organizadora já estuda fazer alguns cortes até o ano que vem. Um dos principais é a não instalação de televisores nos quartos dos competidores. Outra medida também é a redução de voluntários, que não chegarão a 40 mil.

''Esse cancelamento, já está cotado para ocorrer, na primeira semana do mês corrente'', conforme disse o porta voz do comitê olímpico aos jornalistas.

Publicidade
Publicidade

A porcentagem da supressão chegará a mais de 29%, nos locais que tem um grande quantidade de dinheiro em relação aos gastos. O comitê que fazer a redução total dos Jogos Olímpicos, para mais de 9,50%.

Essa redução foi obrigada a ser feita, em função da pressão que a moeda brasileira está sofrendo em relação a moeda norte americana.

Economia nos bastidores e para os protagonistas

Uma sugestão que foi dada e aceita pelas pessoas que estão a frente, é que várias áreas estejam juntas em um local só, sem que seja necessário o investimento em divisões ou paredes. Obviamente que seriam todos colocados da melhor forma possível. 

A supressão também atingiu os protagonistas do espetáculo. Que não terão mais televisão em seus quartos, mas somente nas áreas de lazer, assim o comitê espera reduzir e muitos os gastos, já que seriam necessários mais de 3.500 televisores e agora não chegam nem a 55 no total.

Publicidade

Outro setor afetado

Muitas pessoas tem um sonho de assistir uma Olimpíada e ficar perto dos atletas. Isso é possível se você for um voluntário. Esse setor terá uma redução significativa nos gastos, pois antes eram mais de 44 mil pessoas e a organização teria gastos com alimentos, roupas padrões para o setor, ônibus e carros. Agora o total ficou em 39.900 pessoas que ajudarão os atletas e os turistas nos aeroportos e nos locais de competição.

Em poucos dias será divulgado oficialmente todos os gastos que serão cortados dos Jogos Olímpicos através da internet, pelo site dos organizadores do evento, que pretendem gastar aproximadamente R$ 7,4 bilhões. #Rio2016 #Resenha Esportiva