A direção do Real Madrid não pretende renovar o contato de #Cristiano Ronaldo, que pode ser impedido de cumprir seu sonho de terminar sua carreira em um dos maiores clubes do mundo.

Segundo informa o canal Fox Sports, Ronaldo está até aberto a negociações, mas parece ser Florentino Pérez, o presidente do time, que não pretende continuar sua relação com o maior artilheiro da história do clube. Gareth Bale parece ser a principal razão para tal decisão, bem como os incidentes recentes de Ronaldo com seu técnico Rafa Benítez.

Cristiano Ronaldo sempre reclamou por sua torcida e direção nunca lhe terem dado o seu real valor, mas parece que essas queixas tinham algum fundamento, pois agora parece ser o seu presidente que não pretende que ele continue jogando no Real Madrid.

Publicidade
Publicidade

Florentino Pérez, segundo a imprensa internacional, já informou que nada vai fazer com que ele mude de ideias quanto à renovação de contrato do melhor jogador do mundo.

Apesar de Ronaldo ter afirmado recentemente, à frente de seu presidente, que seu verdadeiro sonho era terminar sua carreira no Real Madrid, parece que é sua direção que não lhe vai fazer a vontade, sendo que o principal objetivo agora é vender o craque pelo maior valor possível.

A Fox Sports afirma que serão precisos pouco mais de 100 milhões de euros, para que Real Madrid diga adeus a um dos melhores jogadores de sempre que passaram no time, mas que nem por isso foi muito amado por sua torcida, colegas de time e seus superiores. O mais provável é que o sonho do Ronaldo não se concretize e que o melhor jogador do planeta vá para um time que dê o valor que ele sempre sentiu que merecia.

Enquanto tal não acontece, sendo que o PSG parece ser o único clube capaz de convencer Cristiano Ronaldo, o atacante do Real Madrid continua somando muitos gols ao serviço do seu time, que está aos poucos recuperando a sua melhor forma.

Publicidade

Para que Florentino Pérez volte atrás em sua decisão, a relação do craque com Bale terá que melhorar muito, bem como suas exibições, que durante os últimos meses nem sempre foram muito boas e decisivas para o sucesso de seu time. #Futebol Internacional