Marcelo Oliveira foi contratado com status de salvador no #Palmeiras. Atual bicampeão brasileiro com o Cruzeiro, a chegada do técnico aconteceu justamente após a demissão de Oswaldo de Oliveira. 

Desde que chegou, faz um bom trabalho. Atualmente o Palmeiras é o sexto na tabela de classificação do #Campeonato Brasileiro e está nas semifinais da Copa do Brasil. Mas o que, de fato, poderia derrubar o treinador e interromper seu trabalho?

A goleada sofrida diante da Chapecoense por 5 a 1 pegou muito mal na diretoria e comissão técnica. Além disso, a cobrança feita pelo treinador após a partida parece ter balançado um pouco os atletas, que voltaram com mais uma derrota no nacional, desta vez para a Ponte Preta em casa. 

Após a partida, Oliveira confirmou que os desfalques fizeram e ainda fazem muita falta.

Publicidade
Publicidade

Gabriel, Arouca, Robinho e Cleiton Xavier são alguns dos lesionados e impossibilitados de entrar em campo. Alexandre Mattos, executivo do clube, não concordou. Segundo o dirigente, o plantel tem diversos jogadores que podem substituir a altura os atletas que estão fora de combate. Em 2015 a diretoria efetivou a contratação de 25 reforços para a disputa dos campeonatos da temporada.

Na Copa do Brasil, por exemplo, o Palmeiras não poderá contar com Thiago Santos, volante. Com Gabriel machucado e Andrei Girotto muito mal tecnicamente, o treinador teve que promover o jovem Matheus Sales, da base. Além dele, Juninho também subiu para compor elenco. 

Por enquanto não existe qualquer indício de demissão. Quando Paulo Nobre, presidente do clube, confirmou a contratação de Oliveira, foi prometido sequência de trabalho.

Publicidade

Ou seja, a ideia é manter o treinador mais de um ano e cultivar os frutos de um bom e duradouro trabalho.

Mas as pressões podem estourar se por ventura o Verdão não conseguir chegar na final da Copa do Brasil. Caso isso ocorra, a briga pelo G4 se tornaria a única opção para conquistar uma vaga na Copa Libertadores 2015. Atualmente na sexta posição, a equipe briga com dois rivais (São Paulo e Santos) por uma vaga no topo. #Futebol