O Palmeiras continua se planejando para a temporada de 2016. Alguns jogadores devem deixar o clube em dezembro, mas outros devem chegar. 

Com muitos atacantes, dois, pelo menos, devem sair. O argentino Cristaldo pode ser o primeiro. Após revelar desejo de defender o River Plate-ARG, alguns times manifestaram o desejo de contratá-lo (menos o próprio River). 

Outro que não deve continuar é Alecsandro. Depois de discutir com torcedores após a derrota para a Ponte Preta, pelo Brasileiro, o atacante ex-Flamengo deve se transferir para o Coritiba. Porém não tem nada de concreto ainda, apenas sondagens. 

Nesta semana surgiu a informação de que o Verdão fez proposta por Carlos Sanchez, meia do River Plate.

Publicidade
Publicidade

Atual campeão da Libertadores, Sanchez vai disputar o Mundial com o time argentino e depois seguirá sem contrato. Alexandre Mattos, executivo de #Futebol do #Palmeiras, já enviou proposta para contar com o jogador. A Crefisa, patrocinadora do Alviverde, pretende ajudar no negócio. 

Jean, volante do Fluminense, é outro que entrou na lista. Depois da contusão de Gabriel e a enorme brecha que se abriu no time, a ideia é ter mais um jogador da posição. Além de Gabriel, o Verdão tem Arouca, Matheus Salles e Thiago Santos. 

A manutenção do atual elenco também é a preocupação do Palmeiras. Rafael Marques, por exemplo, tinha recebido propostas de Flamengo e Grêmio. O próprio jogador já admitiu que deseja renovar e permanecer no Alviverde por conta da identificação com a torcida e seus companheiros.

Publicidade

Outro fator primordial pela renovação é que os salários estão sempre em dia. No time carioca, por exemplo, é comum ver atletas se queixando de vencimentos atrasados. 

Vaga na Libertadores pode render bons reforços

Na final da Copa do Brasil após classificação heroica contra o Fluminense, o Palmeiras pode conquistar seu primeiro título dentro do Allianz Parque. E melhor ainda: conquistar o primeiro título com a parceria da Crefisa. 

Quando assinou contrato, os dirigentes da empresa sabiam que o caminho era longo. Com um time completamente novo, a disputa de um título poderia demorar um ou dois anos pelo menos. Mas, logo no primeiro ano, o Verdão chegou em duas finais. E com a real possibilidade de título e, de quebra, uma vaga na competição sul-americana, a financeira manteve a promessa de abrir o caixa em 2016 e reforçar o Palmeiras. 

Por enquanto, alguns nomes são mantidos em sigilo.  #Copa do Brasil