Sempre que um torcedor de #Futebol invade o campo do jogo encontra pelo caminho inúmeros seguranças que logo agem para retirá-lo e encaminhá-lo para a devida punição. Poucos são aqueles que têm sucesso e conseguem abraçar os jogadores, ganhar a atenção das câmeras e ter seus minutos de fama. 

Entre esses vitoriosos, está um torcedor russo que recentemente protagonizou um verdadeiro espetáculo ao escapar dos seguranças. A cena ganhou destaque nas redes sociais pela audácia do rapaz e pelo desfecho da perseguição. 

Em um dos registros em vídeo da escapada, é possível notar que as primeiras placas de publicidade são superadas facilmente pelo invasor.

Publicidade
Publicidade

O momento mais difícil vem a seguir. Um fosso com cerca de dois metros de altura separa o torcedor das arquibancadas. Curiosamente, o objetivo desse vão é justamente evitar invasões como essa durante as partidas. Com algum esforço, o jovem russo escala a parede e corre pelas laterais até encontrar espaço para saltar.

O momento épico da fuga acontece quando, ao perceber que não conseguiria passar facilmente de um lado para o outro, o criativo invasor atira seu cachecol para que possa ser puxado pelos demais torcedores

Aplaudido e ovacionado por quem estava ao seu redor, o jovem se mistura na multidão, enquanto é possível perceber que os seguranças da partida não parecem muito preocupados com a situação. Veja o vídeo na íntegra abaixo.

Provocação faz parte do jogo?

Se no Brasil as invasões de campo feitas por torcedores parecem ser vistas apenas como atitudes de gente apaixonada pelo esporte, na Europa, após o histórico de #Violência registrado nas décadas de 80 e 90, autoridades e clubes estabeleceram acordos para evitar excessos por parte dos torcedores, porém não é sempre que o resultado é positivo. 

Confusões envolvendo torcedores ultrapassam os portões dos estádios e atingem todos os profissionais do esporte naquele continente.

Publicidade

Em agosto deste ano, em Portugal, um grupo com cerca de quarenta torcedores do Sporting aguardou a saída do árbitro da partida para agredi-lo.

Sociólogos que estudam o comportamento dos torcedores são unânimes em afirmar que uma simples provocação pode desencadear uma tragédia. Na Bélgica, em janeiro, um episódio reacendeu a discussão dos limites aceitáveis para o comportamento nas arquibancadas. Torcedores do Standard Liège provocaram os rivais com uma bandeira incitando a violência.  #Futebol Internacional