O atacante do Barcelona, Lionel Messi, está sendo acusado de fraude fiscal pelo Tribunal Superior de Justiça da Catalunha (TSJC), da Espanha, que solicitou a prisão do astro nesta quinta-feira, 08 de outubro, alegando envolvimento em fraude fiscal.

Segundo informações, a denúncia que chegou aos tribunais foi feita por uma pessoa que preferiu o anonimato.

O Jornal El País teve acesso ao processo e divulgou que os ganhos vinculados ao uso de imagem do jogador foram enviados para paraísos fiscais em países como o Uruguai e a Suíça. Estima-se que o valor fraudado gira em torno de 4,16 milhões de euros (aproximadamente 18 milhões de reais) e o desvio ocorreu entre os anos de 2007 e 2009. 

Porém, outras fontes afirmam que os desvios de rendimentos já aconteciam antes de o atacante completar 18 anos, ou seja, antes de 2005.

Publicidade
Publicidade

Estas informações estão sendo investigadas.

O fraude foi realizada por meio da criação de empresas fantasmas para desviar o dinheiro de forma lícita, mas, para a infelicidade de Messi e de Jorge Horácio, seu pai, o esquema foi descoberto.

A princípio, a promotoria pediu para que apenas o pai de Messi, que é seu empresário, respondesse pela fraude. Porém, o juíz titular de primeira instância do tribunal número 3 de Gavà, em Barcelona, determinou que os dois deveriam ser julgados pelo ato.

De acordo com o Jornal, o órgão pediu que #Lionel Messi fosse preso por ser co-autor do delito por um período de 22 meses. Logo, o atacante não poderia exercer a sua atividade profissional como jogador do Barcelona. O pai, Jorge Horácio, assumiu perante o juiz que a responsabilidade era toda sua e, por sua vez, corre o risco de ter uma pena de 18 anos de prisão.

Publicidade

Para livrar-se do julgamento e da pena (e também da difamação de sua imagem e reputação), Messi alegou desconhecer estes procedimentos que foram realizados pelo pai, afirmando que não sabia como o seu patrimônio era administrado e desconhecia a existência dos delitos dos quais está sendo acusado.

A audiência na qual Lionel Messi e Jorge Horário prestarão depoimento deverá acontecer em breve. #Europa #Futebol Internacional