O ex-jogador brasileiro Zico, que já jogou pelo Flamengo e por outros times no exterior, está cotado para ser o novo presidente da Fifa. Logo depois da notícia, um dos mais renomados jogadores de todos os tempos que inclusive já jogou pelo Botafogo, apoiou Zico para presidente da entidade. Trata-se de Seedorf. Ele disse que com a forma de pensar do brasileiro, as coisas no #Futebol mundial podem melhorar depois desses casos.

O ''Galinho'', como é conhecido, ficou com uma enorme força para poder ficar no lugar de Joseph Blatter, e como o ex-jogador está impedido de participar, o caminho fica aberto para o brasileiro na eleição que ocorre no primeiro bimestre de 2016.

Publicidade
Publicidade

Joseph Blatter, Jérôme Valcke e Chung Mong Joon tiveram a pena imposta pelo Comitê, como o afastamento dos três de suas atividades ligadas à Federação Internacional de Futebol, por causa da compra de resultados e outras coisas que ainda estão sendo investigadas.

O ex-jogador holandês falou quando foi questionado sobre os muitos casos que estão ocorrendo com a Fifa:

"Eu sinceramente prefiro não falar nada em relação à instituição, pois a cada dia aparecem coisas novas e é melhor ficar só olhando e calado''.

O holandês completou: "Vejo que o esporte está muito caído, os jovens jogadores não estão preparados".

Ele disse ainda que é necessário que os ''professores do futebol'' trabalhem a mentalidade dos jogadores desde cedo, assim não ocorrerá uma queda ainda maior.

"Nossas crianças gostam das mesmas coisas do que gostávamos há alguns anos atrás, como por exemplo passar o dia todo jogando bola na rua ou no campo de terra.

Publicidade

Sobre essa queda, os jovens não têm culpa de nada, pois é necessário ter mais paciência e usar coisas mais práticas para que quando entrem em campo, joguem o melhor futebol", falou.

Mais:

http://br.blastingnews.com/esporte/2015/10/chile-ganha-de-selecao-brasileira-por-2-x-0-00597121.html

http://br.blastingnews.com/esporte/2015/10/confira-os-demais-resultados-da-primeira-rodada-das-eliminatorias-sul-americanas-00597181.html #Futebol Internacional #Corrupção no futebol