Aos poucos, o pesadelo alvinegro vai chegando ao fim. Poderia ter sido neste sábado (7), não fosse a derrota por 1x0 para o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse, em Santa Catarina. A torcida do #Botafogo alimentava a expectativa de que o acesso à Série A do Brasileirão pudesse ser após a partida de hoje. Porém, o insucesso diante do Tigre adiou os planos.

No entanto, o time comandado pelo técnico Ricardo Gomes segue muito perto de conquistar matematicamente o acesso. Faltando somente quatro rodadas para o término da Série B do Campeonato Brasileiro de 2015, a equipe carioca, na liderança, administra 10 pontos de vantagem para o 5° colocado – no momento, o Santa Cruz – que, no caso, é o primeiro time fora da zona de classificação.

Publicidade
Publicidade

Com 12 pontos ainda em disputa, uma simples vitória em quatro jogos recolocará o Alvinegro de volta ao local que lhe é de direito. Exatos 20 anos depois do histórico título brasileiro de 1995, o Botafogo está perto de reconquistar um título nacional, ainda que de menores proporções. Na próxima rodada, em jogo a ser disputado na próxima terça-feira, dia 10 de novembro, o Fogão encara o Luverdense, fora de casa, e garantirá de vez o acesso em caso de vitória.

Ricardo Gomes, treinador do Bota, fez questão de manter a calma e não se abalar com a derrota para o Criciúma neste sábado, que venceu com gol de Maurinho. Na sua avaliação, hoje foi um dia em que nada deu certo.

“Especialmente no primeiro tempo da partida. Nós fizemos tudo o que havíamos planejado antes e conversado com os atletas.

Publicidade

Mas infelizmente a bola resolveu não entrar. Já na segunda etapa, mesmo depois que acabamos tomando o gol deles, conseguimos criar algumas chances de gol. Só que hoje era o dia do não”, opinou Gomes.

“Não, não acho que a ansiedade pelo acesso tenha atrapalhado no jogo. A partida foi bem disputada, e o Criciúma retornou melhor do intervalo. Vamos trabalhar para encerrar logo esse mito da próxima partida”, acrescentou, quando perguntado se a possibilidade do acesso já no duelo de Santa Catarina havia atrapalhado os atletas.

Trave é a grande inimiga

Neste sábado, o Botafogo, literalmente, bateu na trave. No primeiro tempo, o time viu as suas duas melhores oportunidades de gol se chocarem contra um dos postes. E, no final, os erros acabaram apresentando a conta.

Embalada pela força de sua torcida e remotivada após a pausa do intervalo, a equipe do Criciúma mostrou intensidade e mais criatividade nos 45 minutos finais e veio a envolver a equipe rival. Depois de um rebote do goleiro selecionável Jefferson, Maurinho aproveitou a chance e anotou o único gol do jogo, garantindo, assim, a vitória dos mandantes.

Publicidade

Com o resultado positivo, o Tigre ganhou fôlego na briga contra o rebaixamento. No momento, o clube ocupa o 14° posto, com 42 pontos – 4 a mais que o Macaé, 17° e primeiro time rebaixado à Série C de 2016. Na próxima terça-feira, o Criciúma volta a jogar em casa, dessa vez, contra o Boa Esporte, de Minas Gerais, que é um dos habitantes da zona da degola. #Entretenimento #Futebol