O Brasil volta a campo hoje, terça-feira, 17, para enfrentar o Peru pela quarta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo da Rússia em 2018. O jogo terá início às 22h (Horário de Brasília) no estádio Arena Fonte Nova, em Salvador. Um grande público é esperado para esta noite, já que todos os ingressos foram vendidos (50 mil no total).

Para o jogo, o técnico Dunga vai realizar modificações no time titular que começou a última partida em Buenos Aires contra a Argentina. Uma dessas mudanças será por força de punição, já que o zagueiro David Luiz (Paris Saint-Germain) foi expulso contra os argentinos. Por conta desta punição, Dunga teve que convocar às pressas o zagueiro do Atlético-MG, Jemerson, um dos destaques do “galo” no atual Campeonato Brasileiro.

Publicidade
Publicidade

No entanto, a vaga deixada por David Luiz deve ser mesmo preenchida pelo zagueiro do Corinthians, Gil, que participou do treino de domingo, 15, na Fonte Nova, entre os titulares.

Além desta mudança, o técnico da #Seleção Brasileira deve mexer também no setor do meio de campo. Mesmo tendo feito o gol de empate do Brasil contra a argentina na última sexta-feira, 13, o meia do Santos, Lucas Lima, deve deixar o time titular para dar lugar ao meia do Corinthians, Renato Augusto, que entrou muito bem no jogo contra os argentinos.

Um fator que pesa a favor de Renato Augusto é o fato dele ser companheiro de time do volante Elias. No último jogo, o entrosamento destes jogadores melhorou bastante o rendimento do Brasil na partida, sobretudo, no setor do meio de campo. Contudo, a vaga de Renato Augusto ainda pode ser ameaçada, já que Dunga elogiou bastante também a entrada do meia-atacante do Bayern de Munique, Douglas Costa.

Publicidade

Com isso, o time titular que deve iniciar a partida de hoje contra o Peru tem a seguinte escalação: Alison, Daniel Alves, Miranda, Gil e Filipe Luiz. Luiz Gustavo, Elias e Renato Augusto (Douglas Costa). Willian, #Neymar e Ricardo Oliveira.

Só a vitória interessa

O Peru vem motivado para enfrentar o Brasil em Salvador. Sob o comando de Guerrero e Fárfan, os peruanos venceram a última partida contra o Paraguai por 1x0, jogando em sua capital, Lima. No entanto, para o jornalista André Oliveira, o Brasil é o favorito e só a vitória interesse no jogo desta noite.

“O Peru tem uma boa seleção, inclusive, é a melhor dos últimos 15 ou 20 anos. Porém, o favoritismo é todo do Brasil, que não pode nem pensar em empatar esta partida de hoje. É preciso que o técnico Dunga passe para os jogadores que a seleção brasileira precisa resgatar o respeito internacional que tinha, mas que foi humilhantemente perdido na última Copa. Por conta disso, vencer o Peru, e bem, jogando em casa, é mais do que obrigação”, afirma Oliveira.

Publicidade

Invicto na Fonte Nova

Um fato em favor do Brasil para a partida desta terça, é que a seleção brasileira nunca perdeu quando jogou no estádio da Fonte Nova em Salvador. Já foram, ao todo, 12 jogos, com sete vitórias brasileiras e cinco empates. A última vitória foi em 2013, quando o Brasil goleou a Itália por 4x2, em jogo válido pela Copa das Confederações.

“A estática positiva dá certa confiança aos jogadores, mas o que vale mesmo é o momento. Quando o juiz apita o início da partida, a estatística fica de lado e é preciso manter a concentração e o foco na vitória. O Peru, aparentemente, tem um time mais entrosado. Em contrapartida, o Brasil tem jogadores que vivem momentos melhores, como Douglas Costa, Elias, Ricardo Oliveira, Willian e, claro, Neymar. Dunga precisa aproveitar a boa fase destes jogadores e montar um esquema tático que os favoreçam. Se isso for feito, para mim, o triunfo é certo”, acredita o jornalista André Oliveira. #Futebol Internacional