O #Santos venceu o #Palmeiras por 1x0 no jogo de ida da final da Copa do Brasil 2015. O gol santista foi marcado pelo meio-campista Gabriel (o Gabigol). A partida foi realizada na noite desta quarta-feira, 25, no estádio da Vila Belmiro, na cidade de Santos (litoral paulista).

Com o resultado, a equipe da casa agora jogará por qualquer empate no jogo de volta da final para ficar com o título da competição.

Começo agitado e pênalti perdido

Logo aos quatro minutos, o árbitro Luiz Flávio de Oliveira marcou um pênalti para o Santos após o volante palmeirense Arouca ter puxado a camisa do atacante santista Ricardo Oliveira dentro da pequena área.

Publicidade
Publicidade

Porém, o meia Gabriel desperdiçou a oportunidade, chutando a bola na trave do goleiro Fernando Prass.

O pênalti perdido abateu um pouco o time santista e deu moral aos palmeirenses. No entanto, as melhores oportunidades do primeiro tempo ainda foram do Santos, que obrigou o goleiro adversário a realizar ótimas defesas e segurar o 0x0 do placar.

Para o jornalista André Oliveira, o primeiro tempo não refletiu o potencial de ambas as equipes. “Os dois times estavam se respeitando muito e preferiram marcar mais do que atacar. Ainda assim, o Santos, por ser o mandante, se arriscou mais e poderia ter feito um ou até dois gols na primeira etapa. Contudo, o time não estava tão bem como em partidas anteriores na Vila”, afirma André.

Reclamações palmeirenses, substituição de juiz e gol santista

O segundo tempo começou e logo os visitantes trataram de atacar.

Publicidade

Aos cinco minutos, ocorreu o lance mais polêmico da partida. O juiz Luiz Flávio de Oliveira deixou de marcar um pênalti claro cometido pelo zagueiro santista David Braz no atacante palmeirense Lucas Barrios. O lance gerou bastante reclamação por parte de jogadores e comissão técnica alviverde.

Aos 22 minutos aconteceu algo de curioso na partida. O juiz Luiz Flávio de Oliveira se sentiu mal e teve de ser substituído pelo árbitro reserva Marcelo Aparecido de Souza.

Depois de uma jogada confusa na entrada da grande área palmeirense, aos 33 minutos, a bola sobrou para Gabriel, que fez belo corte na marcação adversária e bateu por cima de Fernando Prass, abrindo o placar para o Santos, e levando os quase 15 mil santistas no estádio ao delírio.

“Gabriel foi o grande destaque do Santos na partida desta noite. Ele correu o campo todo e apareceu para os colegas para receber as bolas e armar as jogadas. O garoto está muito bem e não é atoa que é o artilheiro da competição com 8 gols. Após ter perdido o pênalti, ele demonstrou personalidade e acabou decidindo o jogo, como todo craque deve fazer”, garante o jornalista André Oliveira.

Publicidade

Expulsão de Lucas e mais confusão após a partida

Após se desentender com o meia santista Lucas Lima, o lateral-direito do Palmeiras Lucas acabou agredindo o jogador adversário com uma bolada e foi expulso. Por conta disso, o lateral desfalca o time alviverde na partida de volta da final, que será realizada na próxima quarta-feira, 02, às 22h (horário de Brasília), na Arena do Palmeiras, em São Paulo.

No fim do jogo, quando o juiz decretou a vitória santista por 1x0, aos 50 minutos da etapa final, jogadores de ambos os times se desentenderam na beira do gramado, ainda por conta do pênalti não marcado para os palmeirenses no início do segundo tempo.

Confira o gol de Gabriel que deu a vitória ao Santos:

#Copa do Brasil