A saída de #Cristiano Ronaldo do #Real Madrid é uma especulação que já está forte desde a última temporada do futebol europeu, que se encerrou em maio deste ano. Porém, o craque português seguiu no clube merengue e não foi negociado. Os rumores, no entanto, permaneceram e aumentam a cada dia. Um dos últimos a se manifestarem foi o ex-atacante francês David Ginola. Em entrevista ao portal BT Sport, Ginola afirmou que acredita que Cristiano Ronaldo será jogador do Paris Saint Germain na próxima temporada: "Acredito que ele venha a Paris, o clube tem o dinheiro necessário para contratá-lo e é um novo desafio para ele".

O ex-jogador foi além, cravou também a contratação de José Mourinho em substituição ao atual técnico Laurent Blanc no clube parisiense: "Já posso ver também José Mourinho no PSG na próxima temporada".

Publicidade
Publicidade

As novas contratações, se concretizadas, repetiriam a parceria entre CR7 e Mourinho, que trabalharam juntos no Real Madrid, entre 2010 e 2013. Na Espanha, a dupla não obteve muitos êxitos, apenas um Campeonato Espanhol, uma Copa do Rei e uma Supercopa da Espanha. 

José Mourinho não está enfrentando bons dias no Chelsea. O atual campeão inglês ocupa apenas a 16ª posição na tabela desta temporada após 12 rodadas. Na Champions League, está em segundo no grupo G, atrás do Porto. Já Cristiano Ronaldo estaria insatisfeito no Real Madrid há tempos. O Craque não aceitou a demissão do técnico italiano Carlo Ancelotti e não gostou da contratação de Rafa Benítez. Rumores dão conta também que ele não tem boa convivência com outras estrelas no vestiário, como o galês Gareth Bale. Além do PSG, outras especulações dão conta de que Ronaldo pode voltar ao Manchester United ou transferir-se ao futebol dos EUA.

Publicidade

David Ginola começou a carreira profissional em 1985, no Toulon, e encerrou em 2002 com a camisa do Everton-ING. Durante os anos dentro das quatro linhas, atuou no Paris Saint Germain e nos clubes ingleses Tottenham Hotspur, Newcastle United e Aston Villa. Atuou também na seleção francesa entre 1990 e 1995, jogando 17 vezes e marcando 3 gols. Atualmente, atua como agente de jogadores. Neste ano, anunciou que pretende concorrer ao cargo de presidente da FIFA.  #Futebol Internacional