A derrota do Real Madrid para o seu maior rival em pleno Santiago Bernabeu acendeu a luz vermelha para o clube madrilenho. Rafa Benítez cai ou não cai? A questão não seria mais o se, e sim quando. Mas outro que também já poderia estar arrumando as malas, seria o luso #Cristiano Ronaldo, ídolo do clube, que pode voltar ao Manchester United, e já conta com o sinal verde do técnico dos diabos vermelhos, Louis van Gaal.

Muito tem se especulado sobre a saída de Ronaldo da equipe merengue, para destinos como o Paris Saint Germain, mas principalmente a volta dele a Old Trafford, a casa do Manchester. Essas possibilidades ganham ainda mais força, com relatos de que o Real tem o desejo de fortalecer os cofres, e que o gajo estaria aberto a ofertas, também pela tensa relação que tem com Rafa Benítez, que por sua vez está na corda bamba.

Publicidade
Publicidade

O treinador do clube inglês, quando perguntado em coletiva de imprensa, sobre o que acharia da volta de Cristiano Ronaldo à terra da rainha, foi enfático: “Não há nenhum treinador no mundo que não goste dele”, e ainda completou: “Ronaldo joga fácil, é rápido e tem metas de gols”. Essas declarações do holandês deixam clara a busca por um jogador de muito peso, para preencher o vazio deixado pela passagem irregular de Dí Maria, que foi para o Paris Saint Germain.

E o dinheiro para pagar o atacante? O dinheiro não parece ser uma barreira para a diretoria do United contratar um jogador do naipe de Cristiano. O faturamento anual dos “red devils” deve ultrapassar os 500 milhões de libras (algo em torno de R$ 2,8 bilhões). E os atuais 428 mil euros (R$ 1,7 milhão) semanais que o português ganha, seriam pagos com os valores que contratos comerciais com a vinda do jogador acarretariam.

Publicidade

Se o recordista do Santiago Bernabeu vai sair realmente de Madrid, só o tempo dirá, mas uma coisa é certa: ele deixou bem claro que ama o clube inglês, e van Gaal já deu seu aval e deixou claro que ele é seu alvo número 1. Mas se Manchester quiser mesmo “repatriar” o ex-pupilo, tem que correr, pois o PSG já “teria quebrado o banco” para conseguir o atleta. #Futebol #Futebol Internacional