Rumores de que o técnico da #Seleção Brasileira, Dunga, está com o seu cargo em risco já circulam pela imprensa esportiva desde o insucesso do Brasil na última Copa América, disputada entre junho e julho no Chile.

Contudo, tais rumores se acentuaram depois da derrota brasileira por 2x0 para os chilenos, na estreia das Eliminatórias, em Santiago, e volta agora a rondar os bastidores da partida desta terça-feira, 17, contra o Peru, em Salvador.

Além dos resultados negativos obtidos dentro de campo, outro fato passou a pressionar, ainda mais, o treinador Dunga para conseguir arrumar a seleção e obter as vitórias. Trata-se da quase já “aclamação popular” que pede pela ida do técnico do Corinthians, Tite, para a seleção “canarinho”.

Publicidade
Publicidade

Para o jornalista André Oliveira, Tite é sim o melhor técnico brasileiro em atividade hoje, e uma derrota do Brasil contra o Peru pode mesmo acarretar numa demissão de Dunga.

“Eu tenho acompanhado os rumores, tanto na imprensa, quanto nas ruas, e a popularidade de Tite, de fato, está pressionando bastante o atual técnico da seleção, Dunga. Como dizem por aí, ‘ele está com a faca no pescoço’, ou seja, não pode mais errar. Uma derrota para o Peru pode ser fatal”, diz Oliveira.

“Para mim, a CBF errou em não ter levado Tite logo depois da Copa, e acho até que eles já perceberam isso. Só não sei se o técnico do Corinthians toparia assumir a seleção brasileira agora, mas que ele é a melhor opção, disso, nem eu, e nem o Brasil, tem dúvida”, conclui o jornalista. #Futebol #Futebol Internacional