E ainda há quem diga que tudo isso é somente um simples de jogo de #Futebol... Difícil imaginar que uma definição tão simplória seria capaz de motivar um grupo de torcedores gremistas de São João do Oeste (SC) a percorrerem mais de 550 km para assistirem de perto o amado time. Com exclusividade, a Blasting News Brasil entrevistou Jonathan Grasel, cônsul gremista no município e idealizador da Kômbi Gremista. Veja, em duas partes, o bate papo:

Blasting News Brasil: Como tu te tornou gremista e quais as lembranças que tu tem dos primeiros contatos com o #Grêmio?

Jonathan Grasel: Gremista de berço, por influência dos pais e parentes.

Publicidade
Publicidade

A região oeste catarinense tem uma identificação muito grande com o Rio Grande do Sul, e muitos gaúchos vieram para essa região na década de 40 e 50. Minha família não foi diferente. Por isso, na região, o clube que tem maior número de torcedores é o Grêmio. Quando comecei a gostar de futebol, lembro de ouvir todos os jogos no rádio. Quem nascia na década de 80 e 90, como eu, a grande maioria da região se tornou gremista. Conheço poucos que nasceram nesse período que não são gremistas. Naquela época o Grêmio quase não perdia.

A gente mantém uma Associação de Gremistas muito forte aqui na nossa pequena cidade. Cerca de 60% dos 6.200 habitantes de São João do Oeste são torcedores do Grêmio. A Associação foi fundada em 2007, e pela minha dedicação e disponibilidade para organizar os assuntos do grupo, fui nomeado cônsul em 2009.

Publicidade

Isso nos motivou ainda mais a juntar nossa grande equipe de voluntários, e chegarmos a um grande objetivo que era a sede própria para acompanhar jogos e realizar eventos. Com o objetivo alcançado, com a inauguração da sede em 2011, a ideia era justamente juntar os gremistas ainda mais, principalmente em dias de jogos, já que Porto Alegre fica muito longe, e quando íamos, organizávamos excursões de ônibus ou mesmo de carro.

BN: De onde partiu e quem idealizou a confecção de uma Kombi toda personalizada do tricolor?

JG: Com a Associação, realizamos diversos eventos, e participávamos de encontros de gremistas por toda região. Divulgamos e buscávamos sócios para o Grêmio pelo interior com a "caravana tricolor". Realizávamos diversas ações em prol do clube. Gostamos muito dessas confraternizações. Mas a grande maioria do povo de nossa cidade é de origem alemã.  Nosso povo gosta de tomar cerveja em suas confraternizações, porém é inadmissível alguém dirigir após ingerir bebidas alcoólicas, e daí surgiu a seguinte ideia: "Por que não compramos uma Kombi? Podemos ir entre oito, e um sempre será o motorista da rodada, os outros podem ir sem se preocupar".

Publicidade

Buscamos algumas ideias, encontramos outras Kombis, inclusive personalizadas com as cores do Grêmio, e aí não tinha volta. Juntamos um grupo de 18 pessoas e resolvemos rachar as despesas e adquirir o veículo. A ideia de ir a um jogo em Porto Alegre surgiu depois que realizamos diversas viagens curtinhas pela região. Vimos que é confortável e a viagem é muito alegre e divertida, desse jeito, em 2013, surgiu a "grande ideia" de organizarmos a expedição "Até de Kombi nós Iremos". #Curiosidades