As constantes críticas ao desempenho do time no Brasileirão e a visita da família dos jogadores na concentração serviram como combustíveis ao Inter no Gre-Nal. Enérgico, determinado, aguerrido e pilhado em campo, o colorado foi o dono do jogo no Beira-Rio e atordoou o ótimo time do #Grêmio, acuado com tamanha disposição rival. Obrigado a vencer, os mandantes sabiam que só um triunfo manteria a equipe na briga por uma das vagas à Libertadores. E a briga está mantida.

No primeiro tempo, o Gre-Nal 408 não ofereceu grandes jogadas e nem belos lances aos torcedores. O que não quer dizer que tenha faltado emoção. Os 45 minutos iniciais reservaram às duas equipes muitas divididas, enfrentamentos e bolas truncadas no meio de campo.

Publicidade
Publicidade

Antes dos 15, o goleiro gremista Marcelo Grohe caiu no gramado e teve que ser atendido, o que esfriou os ânimos colorados. Na sequência, Vitinho bateu forte de fora da área e obrigou o goleiro gremista a realizar boa intervenção.

O Grêmio, por sua vez, não perdia a organização e a eficiência na saída de jogo - um dos pontos fortes do time desde o início do campeonato. Luan pela esquerda e Giuliano pelo corredor direito levavam perigo à área inimiga. Douglas, quando clareou e esteve de frente para o gol, sentiu falta de uma perna direita mais calibrada. Mas a grande oportunidade do primeiro tempo foi colorada. Vitinho, sempre ele, fez grande cruzamento pela direita e Anderson, livre embaixo dos paus, cabeceou por cima.

Na volta do intervalo, o Inter seguiu mais interessado e focado em busca do resultado, enquanto o Grêmio se limitava a tentar neutralizar o oponente.

Publicidade

Até que Rodrigo Dourado, jovem volante afirmado no time colorado, resolver fazer fila pelo flanco direito e, na base da garra e da entrega, levou a bola até a linha de fundo. Venceu a dividida com o zagueiro Erazo e serviu para Vitinho fazer o gol da vitória vermelha.

Extenuado em campo e sem duas de suas principais peças - Vitinho e Anderson, substituídos -, o Inter passou por um certo sufoco no final da partida, embora o Grêmio não tenha exigido o goleiro Alisson a fazer defesas salvadoras. Em uma das melhores oportunidades, Pedro Rocha bateu firme de fora da área, mas o goleiro da Seleção Brasileira mostrou segurança e espalmou. No fim, o Gre-Nal 408 premiou o time que mais quis vencer - e que não mediu esforços para isso.

Corinthians ajuda

A surpreendente vitória do Corinthians por 6x1 sobre o São Paulo ajudou e muito o Internacional na sua briga pela quarta vaga dentro da zona de classificação à Libertadores. Com a derrota, o tricolor paulista parou nos 56 pontos - mesmo número alcançado pelo Inter ao bater o Grêmio.

Publicidade

Entretanto, o São Paulo segue na frente do Inter em função do melhor saldo de gols, 4 contra -1. Faltando duas rodadas para o término do certame, a disputa segue em aberto. Os paulistas encaram os desesperados Figueirense (casa) e Goiás (fora). Já o Inter medirá forças contra dois times do meio da tabela, primeiro contra o Fluminense (fora) e fecha contra o Cruzeiro (casa). #Sport Club Internacional #Campeonato Brasileiro