A  seleção brasileira vai enfrentar a Argentina no quinta feira, dia 12 de novembro. O técnico brasileiro Dunga falou que irá manter sigilo sobre os jogadores que serão utilizados na partida, que vai ocorrer em Buenos Aires e é valida pela eliminatória da Copa de 2018, que acontecerá na Rússia.

Após o coletivo, Dunga comentou sobre o maravilhoso gol que o jogador brasileiro Neymar fez pelo Barcelona em partida válida pela primeira divisão do Campeonato da Espanha. O técnico não falou nada sobre o jogador estar confirmado, para jogar ou não.

"Ele tem que fazer um gol igual aqui na seleção'', falou Dunga todo contente. "Um gol como ele fez, que dá vontade de assistir futebol, pois isso é o futebol arte'', completou o treinador.

Publicidade
Publicidade

Dunga falou sobre a pressão que o jogador português Cristiano Ronaldo, está sofrendo para mostrar um bom futebol, e também falou sobre a contusão do argentino Lionel Messi, fazendo assim com que mais holofotes se virem para Neymar. "O desenvolvimento do Neymar está cada vez melhor, se analisarmos os seus números. O Cristiano, todos querem ver ele jogando igual no Real Madrid, pois na Copa que aconteceu no Brasil não foi nada bem para ele. Sabemos que a Argentina vem sem três de seus principais jogadores: Messi, Aguero e Tevéz". O treinador não deixou bem claro sobre algumas posições como Neymar, por exemplo, pois será necessário a saída de um jogador. Existe dúvidas sobre Daniel Alves e Danilo, e no gol  se jogará Jefferson, Cássio ou Allison. 

"Tivemos um dia que podemos treinar. Na minha mente, o time já está montado, eu só preciso que eles entrem em campo e façam o que sabem'', comentou Dunga.

Publicidade

O comandante brasileiro, disse que o Brasil não é melhor que a Argentina ou vice-versa, mesmo sem os 3 jogadores que não irão atuar por parte do adversário.

"Esse jogo tem uma longa história, e iremos jogar o nosso jogo. Sabemos que as dificuldades irão aparecer, tanto nesse jogo quanto em outros jogos", completou. A seleção ainda irá fazer um treino com os portões fechados, e depois viaja para a Argentina. A partida será no estádio Monumental de Nuñez às 22 horas. #Resenha Esportiva #Seleção Brasileira