Consciente e sincero, como de costume, o técnico gremista Roger Machado reconheceu os méritos do Inter na vitória colorada por 1x0 no clássico Gre-Nal 408, disputado neste domingo, no Beira-Rio. Segundo ele, a marcação alta imposta pelo time de Argel Fucks surtiu efeito e atrapalhou os planos do tricolor na partida.

"Essa marcação mais alta nos impediu de termos uma melhor organização na parte ofensiva, fazendo com que nós em várias ocasiões recuássemos a bola até o Marcelo Grohe, que necessitava chutar de novo para frente. Não tínhamos um jogador para disputar essa bola pelo alto, então ela caía facilmente para o Inter reiniciar as jogadas", salientou Roger.

Publicidade
Publicidade

Já no segundo tempo, ainda com o placar em 0x0, o técnico gremista optou pela entrada do atacante Pedro Rocha no lugar do jovem Everton. Mas a alteração não apresentou muitos resultados.

"Promovi o ingresso do Pedro justamente para que tentássemos sair jogando e que a gente pudesse usar a velocidade dele pelas costas. Sabíamos que não encontraríamos facilidades. É um clássico. O que me deixou satisfeito é que no segundo tempo voltamos para o jogo e ficamos em condições de igualar a partida", concluiu o técnico do #Grêmio.

Com 62 pontos e no 3° lugar na tabela, o Grêmio segue muito perto de carimbar de vez a vaga na próxima Libertadores da América. No próximo final de semana, o time recebe o Atlético-MG, 2°, em casa. Com 4 pontos atrás do rival mineiro na tabela, o clube gaúcho ainda almeja atingir o vice-campeonato.

Publicidade

Para isso, precisará vencer. #Futebol #Sport Club Internacional