Diversos vídeos e áudios feitos por torcedores do #Vasco ameaçando acabar com a festa do #Corinthians, caso este conquiste o título brasileiro nesta quinta-feira, 19, em São Januário, circularam nas redes sociais, como Facebook e WhatSapp, durante quase toda esta semana, sobretudo, no eixo Rio-São Paulo.

Preocupados com as ameaças, pessoas ligadas ao Corinthians reuniram boa parte destas gravações e entregaram à Polícia Militar do Rio de Janeiro, que já toma as primeiras providências. Um aumento do efetivo policial já foi solicitado pelo major Silvio Luiz, que integra o Grupo Especial de Policiamento em Estádios, para a partida de hoje, que terá início às 22h (horário de Brasília).

Publicidade
Publicidade

Ao todo, 350 policiais já foram escalados para atuar no estádio e nas regiões próximas. Outros órgãos também vão ajudar no reforço policial, dentre eles: a Guarda Municipal, o Batalhão de Coque, a Cavalaria e os Policiais com Cães. Para evitar maiores problemas, a PM-RJ recomendou ao Corinthians chegar duas horas mais cedo ao estádio vascaíno. #Campeonato Brasileiro