Alguns mais sorridentes, outros mais contidos. Teve espaço até para choro. Que o diga o meia Renato Augusto, que veio às lágrimas assim que o Corinthians teve o seu sexto título brasileiro confirmado. O jogador foi um dos grandes destaques da campanha do clube paulista e é apontado por muitos como o melhor do campeonato.

"Sinceramente, por conta das lesões que eu tive, não achei que fosse voltar a jogar em alto nível. Achei que teria que ir jogar em um mercado mais fraco. Mas graças aos fisioterapeutas do clube e ao #Corinthians eu consegui dar essa volta por cima", disse Renato.

Vagner Love viveu história semelhante. Não se lesionou, mas demorou a entrar na velha forma que um dia o fez titular da Seleção Brasileira.

Publicidade
Publicidade

Com a saída de Guerrero e a lesão de Luciano, coube a ele a tarefa de fazer os gols do time. E, na reta final, como no jogo derradeiro contra o Vasco, mostrou o seu potencial.

"Só tenho que agradecer a Deus por tudo. Sabia que esse momento iria chegar. Agora eu só quero comemorar. E vou comemorar para c****", exagerou o jogador.

O goleiro Cássio, de ótimas atuações em todo o certame, fez questão de relembrar o momento complicado que o clube viveu no início da campanha.

"Está aí o resultado e a força do grupo. No início do campeonato, muita gente nos questionou e falaram até que iríamos brigar no rebaixamento. Mas demos a volta por cima e fomos campeões merecidamente", disse.

Já o jovem atacante Lucca, que entrou nos minutos finais contra o Vasco, brincou ao ser informado que Alan Kardec, centroavante do São Paulo, havia feito dois gols contra o Atlético-MG e ajudado o Corinthians na conquista.

Publicidade

"Ah é? Pô, que bom. Obrigado, Allan Kardec", se divertiu. #Futebol #Campeonato Brasileiro