Muita tradição vai estar em campo amanhã na partida que decidirá quem vai ser o campeão mundial de clubes da FIFA em 2015. O Barcelona tenta levantar a taça pela terceira vez. Desde que o Mundial passou a ser organizado nos moldes atuais, como uma minicompetição, o time catalão se sagrou campeão em 2009 (batendo, inclusive, um time argentino, o Estudiantes, por 2x1), e em 2011 (quando massacrou o Santos, do agora ídolo Neymar, por 4x0).

Já o River Plate vai tentar sua primeira conquista no atual Mundial de Clubes. Isso porque, o time argentino tem um importante título em sua história, o de campeão mundial inter-clubes, em 1986, quando venceu o Estrela Bucareste, da Romênia, por 1x0.

Publicidade
Publicidade

Naquele ano, os títulos mundiais eram decididos apenas entre times europeus e sul-americanos, em partida única, realizada na cidade de Tóquio, no Japão, tido como campo neutro.

Justamente por não contar com times de outros continentes, todos os títulos desta antiga modalidade de Mundial (que durou de 1980 a 2004), não são reconhecidos pela FIFA, assim com também não são reconhecidos os títulos obtidos antes deste período (de 1960 a 1979), quando europeus e sul-americanos se enfrentavam em duas partidas de ida e volta, em cada continente, para decidir quem era o campeão do mundo.

O não reconhecimento da FIFA para com estas conquistas mundiais até hoje gera reclamações de muitos clubes envolvidos.

Independentemente do que foi conquistado no passado, o que interessa para Barcelona e River Plate agora é o presente, e ambas as equipes vão tentar garantir mais um importante troféu, em suas já recheadas galerias.

Publicidade

#Futebol #Futebol Internacional #FC Barcelona