Barcelona e River Plate farão a grande final do Mundial de Clubes da FIFA, que está sendo realizado no Japão. A partida decisiva acontece neste domingo, 20 de dezembro, no Estádio Internacional de Yokohama, às 8h30 (Horário de Brasília). Ambos os times dão continuidade neste sábado, 19, aos preparativos para esta importante decisão.

Após eliminar o Guangzhou Evergrande, da China (treinado pelo técnico brasileiro Luis Felipe Scolari, o Felipão), por 3x0 (três gols do centroavante Luis Suárez), pelas semifinais do torneio, agora o Barcelona tenta recuperar seus dois principais jogadores para a grande final de amanhã. Fora da partida da última quinta-feira, 17, Messi e #Neymar buscam estar aptos para jogarem a decisão.

Publicidade
Publicidade

Dos dois, o craque brasileiro é o que mais tem chance de pintar nesta final, pois durante toda a sexta-feira, 18, realizou treino com bola e não voltou a sentir o incomodo devido à lesão na coxa esquerda. Neymar deve fazer neste sábado, os últimos testes para ter a certeza de que poderá ir para o jogo, mas, pela evolução do jogador no treinamento passado, ele deve sim ser escalado entre os titulares pelo técnico Luis Enrique.

No entanto, o mesmo não se pode garantir sobre o craque argentino Lionel Messi. O jogador sentiu uma forte cólica renal, que o tirou das semifinais do Mundial contra o Evergrande. Além disso, Messi se quer apareceu no treino do Barcelona, realizado na última sexta-feira, no Mitsuzawa Stadium, em Yokohama.

O time catalão ainda não se pronunciou sobre a condição física e clínica do seu camisa 10, apesar do mesmo já ter se pronunciado, em um dos seus perfis nas redes sociais, que está se preparando muito para jogar a final contra o River Plate.

Publicidade

Sem badalação, River treina forte para pegar o Barça

Praticamente isolado na cidade de Kawasaki, ao lado de Yokohama, o time do River Plate treina forte para encarar o “poderoso” Barcelona na grande final do Mundial de Clubes. Acompanhados de poucos torcedores (quatro, para ser mais exato), os argentinos treinaram durante toda a sexta-feira, e vão finalizar os últimos ajustes em treino marcado para este sábado no mesmo local, no Todoroki Stadium.

Após a vitória apertada por 1x0 (gol do atacante Lucas Alario), contra os japoneses do Sanfrecce Hiroshima, pelas semifinais da competição, o técnico do River, Marcelo Gallardo, comandou o treino da última sexta dividindo o elenco entre titulares, que treinaram a parte física, e reservas, que realizaram um tradicional “rachão”.

Para a partida de domingo, o treinador não tem nenhuma baixa, e deve repetir a escalação da última quarta-feira, 16, com o esquema 4-4-2, porém, com um sistema de marcação mais forte, sobretudo, se os astros Neymar e Messi estiverem em campo.

Publicidade

Para Jorge Emanuel Velásquez, 49 anos, argentino, torcedor do River Plate, e que vive em Salvador há 12 anos, seu time do coração pode sim se sagrar campeão mundial neste domingo.

“Sabemos que não vai ser fácil, mas quem disse que é pra ser fácil? Diga-me um título que nós argentinos não ganhamos na raça? Esta é a nossa sina, é a nossa história. O Barcelona é o maior time do mundo, mas quando o juiz apita o início da partida são onze contra onze. Não a paixão e coragem que não supere a técnica. Confio de mais nos jogadores do River, e sei que podemos sim nos consagrar campeões do mundo. Não temos nada a perder, o mundo já deu o título ao Barça, agora só nos resta calar o planeta”, diz, confiante, o argentino. #Futebol Internacional #FC Barcelona