Com o final da temporada 2015 da Fórmula 1, o brasileiro #Felipe Massa, de 34 anos, terminou sua décima terceira temporada na categoria mais importante do #Automobilismo internacional e renovou o contrato com a equipe Williams, para temporada 2016. O contrato, a princípio, terá a duração de 1 (um) ano.

O piloto brasileiro afirmou que está contente com a equipe Williams e com a renovação do contrato com a escuderia. "Estou muito feliz em trabalhar nesta equipe maravilhosa e acredito que eles também estejam contentes comigo", falou recentemente o brasileiro Felipe Massa, ao site especializado Motorsport.com.

O piloto brasileiro Felipe Massa terminou sua décima terceira temporada na Fórmula 1 este ano em sexto lugar, com cento e vinte e um pontos, mas nenhuma vitória nas pistas.

Publicidade
Publicidade

No grande prêmio em Abu Dabi, realizado na última etapa da temporada, o brasileiro somente conseguiu o oitavo lugar. Entretanto, o piloto brasileiro da equipe Williams crê que o resultado ruim no final da temporada vai motivá-lo para começar bem a temporada do ano seguinte, 2016. 

Ainda sobre a corrida em Abu Dabi, o piloto brasileiro Felipe Massa comentou o seguinte: ”Foi uma corrida muito difícil, mas não aconteceu nada mais do que uma tentativa de ultrapassagem sobre um carro similar ao meu. Nós não tivemos o desempenho que queríamos e pagamos o preço nas últimas corridas. Essa é a maneira pobre de terminar a temporada. Mesmo assim, é uma grande motivação para voltar forte em dois mil e dezesseis. A equipe está trabalhando pesado para melhorarmos durante o inverno (do hemisfério norte)”, acrescentou Massa.

Publicidade

O campeão do mundial de pilotos da temporada 2015 da Fórmula 1 foi o inglês Lewis Hamilton, que conquistou o seu tri-campeonato nesta modalidade principal, com trezentos e oitenta e um pontos, e dez vitórias. O título foi decidido no grande prêmio dos Estados Unidos.

O mundial de construtores teve como campeão a equipe Mercedes, com os setecentos e três pontos, conquistados no grande prêmio da Rússia. #Negócios