O Internacional já tem um novo volante para a temporada de 2016. Aos 27 anos, Fernando Bob já está liberado pela Ponte Preta e nem participará do último jogo do clube paulista no Brasileirão, domingo, diante do Sport Recife, em Campinas. Para garantir o jogador, a diretoria gaúcha adquiriu 50% dos seus direitos por R$ 2 milhões e mais luvas - superando, assim, uma proposta inferior feita pelo Palmeiras, que também havia demonstrado interesse no atleta.

O contrato será assinado em breve e estipulará um vínculo de três anos entre clube e jogador. Bob foi destaque na bela campanha da Ponte Preta no Campeonato Brasileiro desse ano.

Publicidade
Publicidade

Em algumas rodadas, o clube chegou a brigar por uma vaga no G4, mas acabou perdendo força na reta final do certame. O volante foi o capitão da equipe durante a campanha. Apesar da vontade de mantê-lo no elenco para 2016, a cúpula do clube campineiro sabia que o assédio de grandes clubes seria grande.

No total, Fernando Bob atuou em 110 partidas pela Ponte, com 5 gols marcados. O mais importante, sem dúvidas, foi o histórico gol contra o Vélez Sarsfield, da Argentina, fora de casa, na partida de volta das quartas de final da Sul-Americana de 2013. Na ocasião, a Macaca acabaria com o vice-campeonato ao perder para o Lanús, também da Argentina, na decisão.

Necessidade era grande

Pelo lado colorado, a busca por um novo volante tornou-se prioridade devido aos últimos acontecimentos. Nilton e Wellington Martins foram suspensos preventivamente por 30 dias após serem pegos no doping e passaram a desfalcar a equipe nas rodadas decisivas do Brasileirão.

Publicidade

Wellington voltará ao São Paulo no final da temporada e Nilton ainda tem futuro incerto no Beira-Rio. Ambos serão julgados na próxima sexta-feira.

Além disso, o Inter convive com o constante assédio do #Futebol europeu sobre Rodrigo Dourado, volante titular da equipe desde o princípio da temporada de 2015. Aos 21 anos, o jogador é um dos mais valorizados do elenco colorado e não seria surpresa se recebesse uma proposta já em janeiro de 2016. #Negócios #Sport Club Internacional