Apesar do favoritismo do Barcelona, a partida de manhã, 20, contra o River Plate, pela decisão do Mundial de Clubes, deve ser muito bem disputada, segundo avalia o jornalista esportivo André Oliveira.

“Eu percebo esta partida como perigosa para o Barcelona, pois, na história das decisões dos Mundiais Interclubes, quando europeus e sul-americanos se enfrentaram, e os primeiros eram tidos como francos favoritos, várias vezes os segundos se sobressaíram e ficaram com o título no final. Lembro-me do São Paulo de 1992 e 1993, que chegou à Tóquio desacreditado, e arrebatou dois títulos mundiais, vencendo de forma história duas grandes potências da época, o próprio Barcelona, em 92, e o Milan, em 93”.

Publicidade
Publicidade

“E o Barcelona já passou por isso em outra oportunidade. Quem não se lembra da decisão de 2006, quando o poderoso Barça, de Deco, Eto’o e Ronaldinho Gaúcho, caiu para o Inter, com um gol de Adriano Gabiru? Em 2012, o Chelsea chegou cheio de marra a decisão, mas quem levou foi o Corinthians, graças ao gol salvador de Guerrero, e aos ‘milagres’ de Cássio. Por isso, é complicado já entregar de antemão a taça aos espanhóis nesta decisão de amanhã”, explica Oliveira.

“Avaliando os times para o jogo, acho que mesmo sem Neymar e Messi, o Barcelona ainda leva vantagem, pois tem um esquema tático bem definido, com Iniesta e Rakitic desequilibrando no meio de campo, e Suárez pronto para decidir lá na frente. O River tem a raça do argentino, que em decisão vai além dos últimos limites. Lembram-se da final da Copa de 2014? Quem não achou que os poderosos alemães iriam atropelar a Argentina, depois de enfiarem 7 no Brasil? Eles levaram a Copa sim, mas foi suado até o final”.

Publicidade

“Por conta disso, creio que não vai ser tão fácil assim para o Barça. No entanto, se o jogo dos catalães conseguir entrar desde o início da partida, estes podem sim ganhar sem maiores dificuldades. Vamos esperar para ver”, conclui o jornalista.

Barcelona e River Plate se enfrentam a partir das 8h30 (Brasília). #Futebol #Futebol Internacional #FC Barcelona