Para Kobe Bryant, o momento é de nostalgia ao viver os últimos dias como jogador de #Basquete profissional na #NBA pelo Los Angeles Lakers. Como a equipe dele está fazendo uma péssima temporada, em que nem seu talento consegue salvar, vale a pena começar a fazer um balanço da carreira e Kobe começou destacando quais foram seus grandes rivais em quadra. Nesta segunda-feira, em entrevista para o site da ESPN, ele apontou aqueles que considera os cinco melhores jogadores que enfrentou na carreira.

A lista dos top cinco jogadores citados por Kobe é composta por Hakeem Olajuwon, Michael Jordan, Kevin Durant, LeBron James e Clyde Drexler.

Publicidade
Publicidade

Mesmo assim, o ala armador cita que é muito difícil eleger apenas cinco rivais entre aqueles que considera lendários que confrontou durante as 20 temporadas de NBA.

Fazendo uma análise desse período de duas décadas, realmente é uma tarefa muito delicada fazer essa seleção, já que estiveram em evidência jogadores brilhantes como Karl Malone e John Stockton, já veteranos quando ele entrou para a liga, como também astros que foram seus contemporâneos, como Tim Duncan e Kevin Garnett, além dos surgimento de ídolos mais recentes, como Dwyane Wade e Stephen Curry. Porém, nenhum desses foi citado na lista revelada na entrevista ao site norte-americano.

Após anunciar que a temporada atual da NBA será a última da consagrada carreira, Kobe Bryant está atraindo ainda mais atenções, tanto da torcida quanto da imprensa.

Publicidade

Os jogos do Los Angeles Lakers registraram um aumento significativo nos preços dos ingressos, chegando a ficar até três vezes mais caros.

Uma carreira de recorde

O jogador é considerado o mais valioso surgido após a geração Dream Team de Michael Jordan e companhia que encantou o mundo noas Olimpíadas de Barcelona em 1992 e ao longo de sua carreira alcançou recordes importantes. Em 2006, fez 81 pontos em uma mesma partida contra o Toronto Raptors, a segunda maior pontuação de todos os tempos da NBA, ficando atrás apenas dos 100 pontos de Wilt Chamberlain, em um jogo ocorrido no ano de 1962.

Já em 2010, numa partida contra o Memphis Grizzlies, tornou-se o maior pontuador da história do Los Angeles Lakers, recorde que vem ampliando desde então, porém nesta sua temporada de despedida, o seu time não vem correspondendo e acumula mais derrotas que vitórias.

Kobe poderá ter a chance de conseguir honrar seu final de carreira com mais um título, caso realmente dispute as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro, na disputa em que a seleção dos Estados Unidos é a grande favorita à medalha de ouro mais uma vez.