Ao contrário do que aconteceu com FC Porto e Benfica, que fizeram #Negócios acima de 400 milhões com duas operadoras portuguesa, o Sporting está tendo muito mais dificuldade em vender seus direitos. Segundo informa o canal “Tvi24”, Bruno de Carvalho, presidente do clube, aceita vender os direitos televisivos do Sporting por “apenas” 32 milhões de euros por ano, muito abaixo dos valores conseguidos pelos outros rivais. Ainda assim, tanto a MEO como a NOS, consideram esse valor muito elevado e apenas ofereceram, por enquanto, um valor na casa dos 25 milhões de euros por ano.

Em pouco mais de uma semana, FC Porto e Benfica conseguiram negócios verdadeiramente históricos para clubes portugueses, contudo parece que a realidade dos 400 milhões será somente para esses dois times portugueses.

Publicidade
Publicidade

Mesmo sendo considerado um dos grandes de Portugal, o Sporting não está conseguindo ter o mesmo poder negocial que seus outros rivais, exigindo muito menos e tendo ainda assim dificuldades em fechar o negócio.

Bruno de Carvalho, conhecido por ser um presidente que não tem medo das palavras e de ser um homem forte quando está negociando, já afirmou à imprensa internacional que o Sporting tem “mais de 3,5 milhões na sua torcida” e que por isso não pretende vender seus direitos televisivos por pouco dinheiro, como parecem ser os 25 milhões de euros oferecidos pelas operadoras de telecomunicações, segundo garantiu o canal “Tvi24” na noite de ontem, dia 27 de novembro.

Ainda assim, Bruno de Carvalho não parece estar preocupado com o dinheiro conseguido pelos seus rivais recentemente, estando realmente estudando outras alternativas no mercado nacional e internacional, que não essas duas operadores, que já garantiram que 32 milhões por ano é uma quantia bastante elevada para a dimensão do Sporting.

Publicidade

Atualmente no segundo lugar do campeonato português, a direção do time leonino pode agora esperar até ao final dessa temporada para usar os possíveis bons resultados esportivos como poder negocial extra, que pelo menos neste momento não tem. #Futebol Internacional