O nome é Marcelo Prado. Em entrevistas recentes em rádios e canais de televisão, ele deixou claro que o dinheiro está chegando ao time paulista de maior torcida. As contas são fantásticas, porém, chama a atenção a postura da empresa que, entregando valores tão altos, não procure ocupar o espaço master da camisa, deixando claro que isso é o menos importante, pois ela estará no lugar que for necessária ao clube.

Segundo dados que vários meios de comunicação têm informado, a parceria começou com um simples acordo de troca de jogadores entre Tigres do Rio de Janeiro e #Corinthians de São Paulo. O primeiro se beneficiaria com a chegada de vários futebolistas alvinegros, em contrapartida, o segundo ficaria com as promessas de surgissem no time carioca.

Publicidade
Publicidade

A partir daí os laços estreitaram de maneira rápida e surpreendente. Nestes últimos dias, a Klar fechou um #Patrocínio com valor variável e o mesmo pode chegar até 20 milhões de dólares anuais a partir de 2018. Outra novidade foi a intenção da empresa de comprar o naming rights da Arena mundialista de Itaquera, que até hoje está sem nome e sponsor publicitário, concorrendo assim com, segundo o próprio Corinthians, dois grandes do mercado financeiro nacional, e que o Timão prefere deixar sob sigilo.

A questão mais importante é saber quem é e de onde vem todo aquele capital oferecido tão singelamente, sabendo que, até agora, o clube paulista não tem conseguido fechar o negocio por causa dos altos valores pedidos e o atual estado da economia. 

Seria bom que os diretores do clube começassem a pensar nas possíveis consequências de tal negociação.

Publicidade

Roberto de Andrade, presidente do clube, reiterou em diversas oportunidades estar muito tranquilo a respeito deste tema.

Inclusive, a Klar está apostando na possibilidade de trazer um grande nome ao campeão nacional, com vistas ao torneio continental de 2016.

Há pouco tempo, o atual campeão nacional passou pelo que se poderia considerar as paginas mais escuras de sua grande historia. Quando, após parceria com a MSI, teve resultados inicialmente promissores, com a chagada de vários atletas, hoje de renome internacional, conquistando títulos que pensava-se elevariam o Timão a outro patamar; o resultado hoje muito conhecido foi a presença continua e vergonhosa do nome do clube nas paginas policiais e o fechamento de tal parceria com a vergonhosa queda do clube para a segunda divisão.

Só que tem um porém maior, ou pior, como se queira ver: a MSI na hora da parceria fez exigências claras e concretas no âmbito futebolístico. Hoje, os senhores da Klar não estão pedindo coisa alguma, somente colocar o nome e o dinheiro no clube.

Mesmo o Corinthians tendo lançado nota desmentindo grande parte das promessas do patrocinados, o fato é que o Timão ainda fará #Negócios com um novo empreendedor do futebol, polêmico e imaturo. É melhor que a diretoria do clube fique atento ao novo parceiro para não ter que passar por coisa pior.