Renato Augusto, um dos principais jogadores do #Corinthians, está de saída do timão para ir ao alemão Schalk 04, de acordo com o conceituado jornal ‘Bild’. Os azulinos fizeram proposta oficial de oito milhões de euros, (equivalente a R$ 33 milhões). O clube teria oferecido R$ 25 milhões anteriormente, mas o timão teria recusado a oferta, no entanto, dessa vez, segundo o Bild, é uma proposta irrecusável para o clube brasileiro.

“Nós queremos o atleta em nosso elenco para 2016, é um ótimo jogador e tem excelente qualidade, vai substituir à altura o Draxler, que vendemos para o Wolfsburg. Oficializamos a oferta e dentro de poucos dias acreditamos que o Corinthians Paulista também faça o mesmo.

Publicidade
Publicidade

Na outra proposta eles disseram que era um valor baixo, portanto, aumentamos o valor consideravelmente e dessa vez é quase certo que o jogador estará conosco em breve.” Disse Horst Heldt, gerente geral do Schalk 04 em entrevista ao Bild.

Ao ser contratado pelo clube alemão, o Corinthians ainda terá que pagar 3,2 milhões de euros ao Bayer Leverkusen, porque quando houve a efetivação do contrato do jogador por parte do Corinthians, o Bayer ficou com 40% dos direitos econômicos do Renato, assim, o Timão terá que pagar em torno de R$ 13 milhões ao outro clube alemão, caso a contratação seja concretizada nesse início de ano.

“Se um dia eu deixar o Corinthians, será para jogar em um clube que esteja disputando uma Liga dos Campeões da Europa, caso contrário, ficar onde estou é a minha preferência e sempre será.” Tinha dito Renato Augusto ao Globo Esporte.

Publicidade

No entanto, o Schalk 04 não se classificou para o principal torneio europeu nesse ano, essa oportunidade pode ser conseguida apenas na próxima temporada.

Ainda segundo o Bild, já esta tudo certo com o Corinthians e o Schalk 04, só falta o timão publicar oficialmente a venda do jogador, e isso pode acontecer nos próximos dias. Andrés Sanches também havia dito que o Corinthians precisa pagar as suas contas, e quando aparecessem ofertas ‘irrecusáveis’ aos seus jogadores, a Diretoria do clube não conseguiria evitar que uma compra pudesse ser feita. #Futebol #Futebol Internacional