Quando o #Vasco perdeu para o Coritiba, por 1 a 0, no Maracanã, na rodada 19 do Brasileirão, poucos acreditavam que a equipe chegaria com chances de evitar o rebaixamento na rodada 38, a última da temporada, quando faz a partida de volta contra o rival, neste domingo, 6 de dezembro, às 17h (horário de Brasília), no Couto Pereira.

Contrariando as expectativas, o Vasco chega vivo à rodada final da temporada 2015. Precisa vencer o Coritiba, que também luta contra o rebaixamento. Ganhar do clube paranaense, em Curitiba, não é uma novidade para os vascaínos. Na realidade, é o resultado mais comum desse confronto. Nas 19 vezes em que as equipes se enfrentaram entre 1971 e 2013 com o Coritiba como mandante, o Vasco ganhou oito, houve seis empates e os mandantes saíram com três pontos apenas em cinco oportunidades.

Publicidade
Publicidade

O problema para os vascaínos é que só a vitória não basta. Para escapar do terceiro rebaixamento para Série B em menos de dez anos o time terá de contar com tropeços do Figueirense e do Avaí. O primeiro recebe o Fluminense, que não tem interesse na competição e teve a rivalidade com os vascaínos ampliada nos últimos meses. O segundo enfrenta o Corinthians, em São Paulo.

Para o Coritiba a igualdade é suficiente para garantir a permanência na Série A. E a coluna do meio tem sido frequente na campanha da equipe em seus domínios. Ao lado do Joinville, é o clube que mais empatou como mandante. Foram sete em 18 partidas. Mesmo com a derrota, o time paranaense tem chances de continuar na elite do futebol nacional. Porém, nesse caso, precisará por torcer por tropeços de rivais.

Não será ultrapassado pelo Vasco, que pode igualar-se em número de pontos, mas não ultrapassá-lo devido aos critérios de desempate.

Publicidade

Contudo, pode ser superado por Avaí (que enfrenta o Corinthians em São Paulo) e Figueirense (que recebe o Fluminense em Florianópolis). Basta que um deles não vença para que o Coritiba fique na Série A independentemente de seu resultado.

O árbitro da partida será o gaúcho Anderson Daronco, que vai terminar o ano como o com mais atuações na temporada. Será sua vigésima sétima partida em 38 rodadas. Ao longo da carreira, ele mediou 58 jogos na Série A, sendo quatro do Coritiba (duas vitórias, um empate e uma derrota) e seis do Vasco (três vitórias, um empate e duas derrotas). #Campeonato Brasileiro