O #Botafogo de #Futebol e Regatas vinha tentando a contratação do volante equatoriano Pedro Larrea, mas esta semana encerrou definitivamente as negociações para contar com o jogador de 29 anos da LDU Loja. Junto o Botafogo vinha buscando um atacante para reforçar a equipe de Ricardo Gomes, e o nome que surgiu com força é o de Hernán Barcos, que tem seu passe vinculado aos chineses do Tianjin Teda.

Mesmo iniciando as tratativas esta semana, o negócio já vem parecendo inviável ao Botafogo, tendo em vista a pedida do argentino que seria de aproximadamente R$ 20 milhões para um contrato de 3 anos. A negociação foi confirmada inclusive pelo irmão e empresário do jogador, David Barcos, que disse que a conversa já vem desde a semana passada, mas não foi feito nenhum tentativa concreta, o Botafogo apenas havia buscado informações.

Publicidade
Publicidade

Segundo David, a negociação vai depender mais do clube chinês, pois Barcos ainda tem mais 1 ano de contrato com o Tianjin Teda.

Como é de conhecimento público o Botafogo vive uma crise financeira, que aumentou ainda mais em função de passar um ano jogando a Série B nacional, perdendo valores de patrocínio e cotas de TV, mas o clube mantém um verba especial para a contratação de um atacante, e Barcos seria a peça fundamental que o Botafogo estuda para entusiasmar seu torcedor.

Hernán Barcos tem 31 anos e iniciou sua carreira no Racing Club de Avellaneda da Argentina, mas nunca se firmou e sofreu com vários empréstimos para Guaraní do Paraguai, Olmedo do Equador, Estrela Vermelha da Sérvia, Huracán da Argentina, Shanghai Shenshua e Shenzhen Ruby da China, todos no período de 2004 à 2009. Em 2010 Barcos foi contratado pela LDU Quito e mudou os rumos de sua carreira, pela equipe equatoriana foi campeão por duas do campeonato nacional e também da Recopa Sulamericana.

Publicidade

Em 2012 começou a passagem brasileiro do Pirata, foi contratado pelo Palmeiras e não decepcionou a torcida marcando 31 gols em 61 jogos e conseguindo o título da Copa do Brasil, mas no campeonato brasileiro a equipe foi mal e acabou rebaixada para a Série B. No início de 2013 foi negociado com o Grêmio e pela equipe gaúcha marcou 45 gols em 112 partidas, sendo até hoje, depois de um ano de sua saída, o maior artilheiro da Arena do Grêmio com 28 gols.

Iniciou 2015 e Barcos foi vendido ao Tianjin Teda da China, onde na Super Liga Chinesa consegui marcar 15 gols em 29 partidas. Com os chineses foi firmado um contrato de dois anos, e este seria o maior empecilho para sua saída do clube, sendo que seu contrato encerraria apenas no final de 2016.

Apesar da grande empolgação da torcida pela volta do seu artilheiro, o Grêmio não tem esboçado reação quanto a contratação do Pirata, sempre demonstrando pouco interesse em sua volta. Para o ataque já surgiram as informações de possíveis tratativas com o peruano Jefferson Farfán, os argentinos Ezequiel Cerutti e também do artilheiro da última Libertadores Gustavo Bou. #Copa Libertadores 2016