O começo de ano do #Palmeiras estava caminhando bem. Oito reforços pontuais, finanças mais do que em ordem e treinamentos fortes visando as competições do ano. Mas, nesta sexta-feira pela manhã, em Itu, o Alviverde teve duas baixas: o volante Rodrigo, recém-contratado, sofreu lesão e teve que sair de campo. Cleiton Xavier também sentiu dores na panturrilha e foi analisado pelos médicos do clube. 

O caso de Xavier parece ser um pouco mais grave. O departamento médico encaminhou o atleta para realização de exames e um parecer só poderá ser emitido após a obtenção dos resultados. Em 2015 Xavier sofreu muito com lesões e ficou de fora da maior parte das partidas. 

Ainda em dezembro, Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, disse que o maior reforço para 2016 era Cleiton Xavier.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista, o atual mandatário disse que confiava na plena recuperação física e também em campo. 

Se a contusão for confirmada e o tempo de tratamento for longo, Alexandre Mattos, executivo de futebol, deve ir ao mercado procurar por um meia de qualidade. No elenco, o técnico Marcelo Oliveira tem Moisés e Allione de origem. Cleiton seria preparado para ser titular e jogar a maior parte das partidas do ano, principalmente na Copa Libertadores 2016. 

Nomes ainda não foram ventilados. O clube tem situação financeira muito boa para tentar seduzir algum atleta que está empregado, tanto no Brasil quanto fora. O projeto palmeirense também é fator decisório nas contratações. Régis, do Sport, confirmou que escolheu vestir a camisa do Alviverde por conta do planejamento feito para a temporada. Disputar a Libertadores também é um grande diferencial. 

Adeus, Itu!

Neste sábado o Palmeiras realizou sua última movimentação em Itu.

Publicidade

Os atletas fizeram um rachão debaixo de chuva sob a supervisão do presidente Paulo Nobre, que visitou o local para acompanhar a apresentação do regimento interno para 2016. Em campo, Rafael Marques participou da movimentação. O atacante teve contrato renovado e foi liberado pelos chineses. O valor da transação não foi divulgado. #Futebol Internacional #Corrupção no futebol