A poderosa China está mais verde e amarela do que nunca. Com as atuais atualizações do mercado da bola, agora a liga chinesa conta com 25 brasileiros distribuídos na primeira e na segunda divisão.

Os treinadores também fazem parte dessa migração. Os técnicos de maior destaque são Luís Felipe Scolari, Vanderlei Luxemburgo e Manos Menezes, três técnicos que já comandaram a seleção brasileira de #Futebol.

Confira a lista de jogadores que estão atuando no futebol chinês e seus respectivos clubes, lembrando que a lista pode ser atualizada a qualquer momento, já que os clubes chineses estão bombardeando as equipes brasileiras a todo o momento com propostas milionárias.

Publicidade
Publicidade

Guangzhou Evergrande Taobao FC é o time de Robinho, Ricardo Goulart, Paulinho, Alan, Elkeson, além de ser comandado por Luis Felipe Scolari.

Shanghai SIPG – possui somente um brasileiro, o meia Davi.

Shandong Luneng é o time de Diego Tardelli, Aloisio, Jucilei, Júnior Urso e é comandado por Mano Menezes.

Beijing Guoan – é o time onde Renato Augusto vai jogar juntamente com o atacante Kléber .

Henan Jianye – possui somente um jogador o meia Ivo.

Chongqing Lifan – possui o atacante Fernandinho. 

Jiangsu Sainty – time do zagueiro Eleílson

Hangzhou Greentown – clube do atacante Anselmo Ramon. 

Tianjin Teda – tem dois brasileiros no elenco sendo o meia Wagner e o zagueiro Lucas Fonseca.

Guangzhou R&F – time do meia Renatinho.

Hebei Zhongji F.C. – clube onde joga o atacante Edu.

Os clubes da segunda divisão jogam os seguintes brasileiros

Nei Mongol Zhongyou F.C.

Publicidade

– tem somente o atacante Dori.

Xinjiang Tianshan Leopard F.C. – somente um brasileiro o atacante Vicente.

Tianjin Quanjian F.C. – agora tem Luís Fabiano, Jadson, sendo que além dos dois nomes de peso é comandado por Vanderlei Luxemburgo.

Meizhou Kejia F.C. – tem somente um brasileiro o atacante Japa.

Além dos jogadores citados acima, Elias do Corinthians poderá chegar ao Hebei China Fortune.

Outros jogadores foram assediados, mas resistiram a oferta salarial e decidiram continuar jogando em centros de futebol mais competitivos como o Brasil, casos de Lucas Lima do Santos e de Alexandre Pato do Corinthians. #Futebol Internacional