Depois de muita especulação, o FC Porto já escolheu qual vai ser o seu próximo técnico: o português Sérgio Conceição. Segundo garante o jornal esportivo “O Jogo”, o clube portista já teria chegado a um acordo com o Vitória de Guimarães de apenas anunciar a contratação do técnico após ambos os clubes jogarem contra si no próximo domingo, dia 17. A mesma publicação garante que Sérgio de Conceição apenas vai assinar um contrato temporário com o FC Porto até junho de 2016, algo praticamente inédito em Portugal.

José Mourinho, André Villas-Boas e Marco Silva foram alguns dos nomes de nível mundial ligados ao FC Porto nessa última semana, porém o lendário clube parece ter preferido garantir os serviços de um técnico português que está atualmente treinando na Liga Portuguesa pelo Vitória de Guimarães.

Publicidade
Publicidade

Mesmo tendo que pagar um valor indenizatório ao clube de Guimarães, o FC Porto considera Sérgio Conceição o homem ideal para comandar o clube ao título do Campeonato português ainda essa temporada. Para conseguir precisamente avaliar o trabalho do ainda jovem técnico, o FC Porto vai assinar com o português até junho com a possibilidade de prolongação de contrato para as próximas duas temporadas, caso Sérgio Conceição corresponda à todas as exigências que um clube como o FC Porto tem sempre, como informou o jornal esportivo, com fortes fontes do clube do norte de Portugal, “O Jogo”.

Termina assim uma longa novela que se estendeu por mais de uma semana, após o clube ter oficializado a demissão de Lopetegui, o técnico espanhol que, no último ano e meio, não conseguiu vencer nenhum título e desiludiu a exigente torcida portista.

Publicidade

Nas redes sociais, a escolha de Sérgio Conceição não está causando consenso, sendo que muitos portistas afirmam que o treinador ainda não tem a experiência necessária para conseguir conduzir um grande clube a grandes conquistas. Ainda assim, com uma longa passagem pelo clube enquanto jogador, muitos consideram que o novo técnice conhece a mística do time melhor do que ninguém, algo que estava um pouco perdida nos últimos anos do clube. #Negócios #Europa #Futebol Internacional