José Peseiro é o novo técnico do FC Porto, mas o técnico português terá que explicar a Casillas, o goleiro do clube, as suas declarações em 2014. Como garante o site “Sapo Desporto”, foi em uma entrevista ao esportivo “A Bola” que Peseiro atacou e questionou as capacidades de Casillas, que nessa altura estava atuando pelo Real Madrid. Na entrevista, o técnico garantiu que “o fim do Casillas estava próximo”, não tendo dúvidas que a opção de Ancelotti em colocar o lendário goleiro na reserva era a escolha certa.

Uma das grandes causa para a demissão de Lopetegui do comando do FC Porto foi porque os jogadores não acreditam no espanhol, principalmente devido ao que acontecia no vestiário do time.

Publicidade
Publicidade

Ora, sabendo que o novo técnico criticou publicamente Casillas em 2014, o FC Porto pode muito bem ter cometido um grande erro de casting ao escolher José Peseiro para comandar o time até junho de 2016.

“Nenhum treinador consegue aguentar um goleiro que esteja constantemente cometendo erros. O fim de Casillas está próximo”, revelou publicamente José Peseiro em 2014 em entrevista ao jornal esportivo “A Bola”. Essas declarações podem se virar agora contra ele que, além de não convencer praticamente nenhum portista com sua chegada, terá que ter uma conversa em particular com Casillas para explicar suas palavras, a não ser que queria correr o risco de alimentar fantasmas no vestiário desde o primeiro dia da sua chegada. #Europa #Futebol Internacional

Assim como garante a imprensa internacional, a escolha de Pinto da Costa em contratar José Peseiro não foi uma das suas primeiras opções, porém, ao que tudo indicia, o contrato de Peseiro vai ser apenas até o final dessa temporada e apenas será reavaliado conforme sua performance no comando do time. Depois de se ter ouvido rumores de que Mourinho, Villas-Boas e até Marco Silva podiam ser os técnicos do clube portista, a escolha de Peseiro não está agradando os portistas que nas redes sociais têm manifestando um grande desagrado pela gestão recente do clube, liderada por Pinto da Costa.