Logo após as primeiras informações sobre o interesse do Grêmio no atacante peruano Jefferson Farfán terem esfriado por conta das declarações do diretor-executivo gremista, Rui Costa, um novo nome começa a circular como interesse do tricolor para a disputa da Copa Libertadores da América 2016, é Gustavo Leonardo Bou, atacante do Racing da Argentina e artilheiro da última edição da maior competição de clubes da América.

Início de carreira no River Plate

Gustavo Bou, conhecido também como la Pantera, começou sua carreira profissional com 18 anos no River Plate, atual campeão da Copa Libertadores da América, em 2008. Tratado como revelação das categorias de base dos Millionarios, Bou nunca conseguiu se firmar na equipe de Buenos Aires e depois de 5 temporadas acabou sendo emprestado em 2013 ao Club Olimpo para a disputa da segunda divisão da Argentina.

Publicidade
Publicidade

Nesse mesmo ano foi novamente emprestado, desta vez o destino foi o Equador para jogar na LDU de Quito, Bou participou da 2ª etapa do Campeonato Equatoriano, mas o momento do clube não era bom e acabou ficando em 9° lugar de um total de 12 equipes do campeonato.

Em 2014, Gustavo Bou foi novamente emprestado, e retornando ao #Futebol argentino iniciou o ano jogando pelo Club Gimnasia y Esgrima, ficou na equipe de La Plata até o mês de agosto. Neste período de empréstimo para Olimpo, LDU Quito e Gimnasia, a fase de Gustavo Bou não foi boa, tendo marcado apenas 17 gols em 96 partidas disputadas.

Renascimento do jogador e do clube

Agosto de 2014 chegou e novamente o jogador seria emprestado, o destino seria o Racing Club de Avellaneda, que não conseguia um título havia 13 anos. Tudo indicava para um novo fracasso na carreira de Bou, mas o que se viu foi um casamento perfeito onde os pares se completavam, e dois renascimentos ocorreram, a carreira de Gustavo Bou como artilheiro e a história do Racing Club que novamente conseguiu a conquista de um título, sagrando-se campeão argentino.

Publicidade

O gran finale aconteceu em dezembro com o Racing excercendo o direito de compra de Bou junto ao River Plate, pagando aproximadamente R$ 2,7 milhões e ficando em definitivo com o passe do artilheiro.

Pelo Racing Club, Bou já marcou 29 gols em 58 partidas disputadas, conseguindo a vice-artilharia do Torneo Transición argentino com 10 gols em 15 jogos, e o título maior de artilheiro da Copa Libertadores da América de 2015 marcando 8 gols em 10 jogos. Pela Libertadores ele conseguiu a façanha de marcar 6 gols em apenas 2 partidas, 3 contra o Deportivo Táchira na Venezuela e mais 3 gols contra o Guaraní do Paraguai em Avellaneda, após o jogo contra os paraguaios, Bou chegava a incrível marca de 20 gols nas últimas 21 partidas.

Segundo jornalista do Grupo RBS, o #Grêmio já conseguiu até um investidor para concretizar a transferência de Gustavo Bou, e segue de olho na situação do jogador junto ao Racing Club, pois este estaria insatisfeito com seu salário no clube de Avellaneda, inclusive não se apresentado junto com os companheiros para a pré-temporada da equipe argentina.

Publicidade

O Racing estaria disposto a baixar o valor da multa rescisória para US$ 6 milhões.

Copa Libertadores da América 2016

Confira informações sobre um dos adversários do Grêmio Foot-ball Porto Alegrense na LA 2016!

Confira também os primeiros adversários de São Paulo Futebol Clube, Sociedade Esportiva Palmeiras e Sport Club Corinthians Paulista. #Copa Libertadores 2016