O francês Gael Monfils segue firme na chave masculina do Australian Open. Na madrugada desta segunda-feira (25), ele bateu o russo Andrey Kusnetsov em quatro sets e avançou à fase de quartas de final, onde encontrará o canadense Milos Raonic. Será a primeira vez no torneio que Monfils terá pela frente um tenista dentro do top... 60. Sim, isso mesmo: a chave sorriu para o showman francês.

Cabeça de chave número 23 do torneio, Monfils abriu a sua participação no Aberto da Austrália enfrentando o japonês Yuichi Sugita, apenas o 124° do ranking mundial da Associação dos Tenistas Profissionais (ATP). O imenso favoritismo se confirmou.

Publicidade
Publicidade

Sem a menor dificuldade, o francês venceu em sets diretos, com parciais de 6/1 6/3 6/2, e se credenciou para a segunda fase do campeonato.

Na rodada seguinte, ele enfrentou o compatriota e veterano Nicolas Mahut, que, curiosamente, é quem tem o melhor ranking entre os quatro tenistas enfrentados por Monfils até então. Mahut é o 63° da ATP, mas também não foi páreo para Monfils e foi batido após três sets, com parciais de 7/5 6/4 6/1.

A partir da terceira rodada, a sorte começou a brilhar ainda mais para Monfils. Em tese, ele pegaria nesta fase o sul-africano Kevin Anderson, 12° do mundo e 11° cabeça de chave do torneio. Mas Anderson sucumbiu a uma lesão logo na primeira rodada e perdeu para o norte-americano Rajeev Ram em quatro sets. Na fase seguinte, Ram perdeu para o francês Stephane Robert, somente o 225° do mundo, que virou o rival de Gael Monfils na terceira rodada.

Publicidade

Outro passeio. Sem maiores problemas, o sortudo aplicou 7/5 6/3 6/2 e avançou. E o melhor ainda estava por vir. Seguindo a lógica do campeonato, Monfils, caso passasse por Anderson na terceira rodada, enfrentaria nada mais e nada menos do Rafael Nadal nas oitavas. Só que, mais uma vez, o #Tênis contrariou a lógica. Nadal perdeu de cara para Fernando Verdasco, que perdeu para o israelense Dudi Sela na segunda fase. Com isso, o rival de Monfils nas oitavas passou a ser o russo Andrey Kusnetsov, apenas o 74° do ranking, que superou Sela na terceira rodada.

Agora, a moleza acabou. Depois de alcançar a sua melhor campanha na carreira no Australian Open ao garantir presença nas quartas, Gael Monfils terá uma parada dura para ir à semi. Enfrentará o canadense Milos Raonic, que não apenas está dentro do top 60, como é o 14° do mundo e vai embalado depois de ter vencido Stan Wawrinka, campeão do torneio em 2014, nas oitavas. Que a sorte siga lhe acompanhando, Gael. Será necessária.

  #Curiosidades #Jogos