#Neymar falou sobre o seu futuro e disse que não quer acabar a carreira no Barcelona. Em entrevista à empresa “Redbull”, organizadora de um evento de futebol de cinco contra cinco, o craque do Barcelona não quis comentar os recentes rumores que colocam o brasileiro na rota do Real Madrid, preferindo apenas garantir que no seu futuro gostaria de voltar à Liga Brasileira, onde foi muito feliz no Santos, ou então jogar na Liga dos Estados Unidos, que está ganhando cada vez mais importância em termos internacionais.

Ao contrário do que muito provavelmente vai acontecer com Lionel Messi, Neymar não pensa em terminar a sua já brilhante carreira no Barcelona.

Publicidade
Publicidade

Muito abertamente, em entrevista à “Redbull”, o talentoso jogador brasileiro salientou que há muitas outras ligas que o satisfazem e que por isso muito provavelmente não vai ficar apenas na Liga Espanhola até ao fim da sua carreira.

“Gostaria de voltar ao Brasil e jogar na Liga americana”, garantiu Neymar na entrevista surpreendente à "Redbull”, para a tristeza de milhares de fãs do Barcelona, que consideram que Neymar tem todas as qualidades necessárias para ser o substituto natural de Lionel Messi no clube, quando o argentino se retirar dentro de alguns anos.

Na mesma entrevista, Neymar pode também ter dado uma pista sobre qual pode ser o próximo clube europeu, garantindo que gostaria muito de trabalhar com Guardiola, técnico que está muito perto de ir para o Manchester City na próxima temporada.

Publicidade

Ainda assim, a imprensa internacional garante que Neymar está sendo muito assediado pelo Real Madrid com vista à sua contratação já no próximo verão. Muito provavelmente com a saída de Cristiano Ronaldo para o United ou então PSG, o clube espanhol não teria problemas em pagar o valor da cláusula de rescisão do brasileiro, 190 milhões de euros, faltando agora apenas o “sim” de Neymar para o maior negócio do futebol mundial se concretizar.

Estaria o jovem craque disposto a enfrentar um verdadeiro inferno na Espanha com a sua saída para o Real Madrid, como aconteceu há alguns anos com o português Luís Figo? #Futebol Internacional #FC Barcelona