O futebol brasileiro anda carente e o torcedor mais ainda. Cada brasileiro ficou muito traumatizado depois daquele fatídico dia em que, dentro de um mineirão lotado, a  seleção levou uma lavada da Alemanha. Aquele 7 x 1 está gravado na memória do torcedor e de lá não sairá tão cedo e, por isso, o torcedor precisa urgente de uma nova razão para torcer.

Quando se olha para o atual estado de nosso #Futebol, não se vê esperança. Realmente a geração não é a da mais empolgante. Por isso, neste último dia 11, mesmo sabendo que dificilmente Neymar Jr. serai escolhido o melhor do mundo, muitos  torcedores acreditaram no improvável.

Publicidade
Publicidade

Mas a expectativa teve e tem fundamento. O nosso Neymar tem demonstrado em campo que é merecedor desta expectativa.

Desde que deixou o Santos e foi jogar no poderoso Barcelona, Neymar tem jogado um futebol fino. Sua parceria com Suarez e Messi pode ser considerada a mais bem sucedida do milênio. Este trio gênial que tem arrasado os adversários do time Catalão, também tem encantado o mundo do futebol. E Neymar não é só um coadjuvante nesta história, muito pelo contrário, quando o argentino faltou, Neymar protagonizou os jogos e comandou o Barcelona em várias partidas.

Neymar tem amadurecido a cada partida e demonstrado que é sim um dos prováveis jogadores que nos próximos anos será eleito o melhor jogador do mundo, o Bola de Ouro. Não se pode dizer se os outros jogadores da seleção conseguirão acompanhar o Neymar.

Publicidade

Se esta geração trará outro título mundial para o nosso futebol, não há como garantir. Mas, uma coisa é certa: o Neymar já é um dos maiores jogadores da história de nosso futebol. E, estes números devem crescer mais ainda.

Hoje, o Neymar já é o quinto maior artilheiro da seleção e acredito que se continuar neste ritimo não há Pelé que resista. Talvez tão cedo não se ouça aquele grito de “é hexa, é hexa” que tanto se quer ouvir, mas se pode sentir orgulho pela razão de que individualmente o nosso futebol produz craques do calibre de Neymar. "Bora torcer" que neste ano ele jogue o que jogou no último ano e em janeiro de 2017 não haverá outro nome que mereça o prêmio de melhor jogador do planeta. #FC Barcelona #Seleção Brasileira